Ouvir
Geografia dos Sons
Em Direto
Geografia dos Sons Luís Tinoco

Programas de Concurso

Concerto | Grande Final PJM 2019 | 3 Outubro 21h00

Transmissão direta

|

Concerto | Grande Final PJM 2019 | 3 Outubro 21h00 Concerto | Grande Final PJM 2019 | 3 Outubro 21h00

3 Outubro | 21h00

Concerto | Grande Final PJM 2019 
Transmissão direta na Antena 2 e em Live stream*

a partir do
Grande Auditório


Solistas laureados com a Orquestra Gulbenkian
Direção de José Eduardo Gomes


Solistas e Programa

Cristiano Rios - percussão
Joseph Schwantner - Concerto (3º andamento) 

Maria Reis Sá - violino
Henry Vieuxtemps - Concerto Nº 5, em Lá m  (2º e 3º andamentos)

Joaquim Rocha - trombone baixo
Soren Hyldgaard - Concerto Borealis  (excerto)

Ana Clara Sousa - flauta
François Devienne - Concerto nº 2, em Ré M  (1º andamento)

Telmo Costa - clarinete
Carl Maria von Weber - Concerto nº 2, em Mib M (2º e 3º andamentos)

Rafael Kyrychenko - piano
Piotr Ilich Tchaikovski - Concerto nº 1, Sib  (2º e 3º andamentos)

Orquestra Gulbenkian 
Franz Schubert - Rosamunde, D797 
 Entr'acte III
 Entr'acte I 




Biografias dos laureados


Ana Clara Sousa (n.2002) - flauta Iniciou os seus estudos musicais no ano de 2011 na Academia de Música de Paços de Brandão, na classe de Carla Rodrigues.
Participou em vários estágios de orquestra e Masterclass sobre a orientação de maestros como Douglas Bostock, David Maslanka, André Granjo, Alberto Roque e Hélder Tavares e professores como Mario Caroli, Paulo Barros, Nuno Inácio, Ana Maria Ribeiro, Raquel Lima, Ana Catarina Costa (piccolo), Angelina Rodrigues, Gil Magalhães entre outros.
Foi galardoada com dois primeiros prémios, quatro segundos prémios e com duas menções honrosas em concursos como Paços Premium, Concurso Internacional Terras de La Salette e Os Dias da Flauta da Escola de Música Nossa Senhora do Cabo.
Atualmente é membro da Orquestra e Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira e da Banda Sinfónica da Associação Recreativa e Musical Amigos da Branca sob orientação do maestro Paulo Martins e colabora com a Banda de Música de São João da Madeira sob orientação do maestro José Belinha.



Cristiano Rios (n.1996) - percussão | Começou os seus estudos musicais aos 9 anos de idade. Em 2006 ingressou no Conservatório de Música da Jobra (CMJ) onde estudou com Bruno Estima, Jeffery Davis e Pedro Fernandes.
No âmbito orquestral trabalhou com os maestros Alberto Roque, Domenico Longo, Graeme Jenkins, Jean Sebastian Béreau, Thomas Reed, Sesto Quatrini, entre outros. Participou em inúmeras Masterclasses com Jean Geoffroy, Ji Hey Jung, Miquel Bernat, Nick Woud, Peter Sadlo, Raymond Curfs, Svet Stoyanov, entre outros.
Em 2014, terminando o recital com nota máxima no CMJ, foi admitido na Escola Superior de Música de Lisboa sob a orientação de Charles Richard Buckley, Jeffery Davis e Pedro Carneiro.
Em 2017, estreou nacionalmente, a obra “DJINN” para marimba e orquestra do neozelandês John Psathas. Mais tarde, ganhou o 2º Lugar no Concurso Internacional de Percussão de Gondomar na Categoria Sénior e o 1º Prémio no Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior, nível superior.
É regularmente convidado a colaborar como reforço, na Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Sinfonietta e Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.



Joaquim Rocha (n.1997) - trombone baixo | Iniciou os seus estudos musicais na Academia de Música de Castelo de Paiva, com David Silva, concluindo o curso secundário com a classificação máxima na disciplina de instrumento. Terminou a licenciatura em trombone em 2017, na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo, na classe de Severo Martinez, com a classificação de 20 valores no recital final. 
Em 2016, foi o vencedor da categoria George Roberts do concurso inserido no International Trombone Festival, realizado na Julliard School, em Nova Iorque. No mesmo ano, arrecadou o 1º prémio no I Concurso Internacional de Trombone (em Castelo de Paiva).
Tem vindo a colaborar com várias orquestras, tais como: Sinfónica da Galiza, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Gulbenkian, entre outras.
Atualmente é membro da Orquestra Sinfónica Portuguesa, e paralelamente frequenta o mestrado em ensino na Escola Superior de Música de Lisboa.



Maria Reis Sá (n.2004) - violino | Inicia os seus estudos na Academia de Música A Pauta aos 4 anos de idade seguindo o método Suzuki para estudar viola com Luís Norberto Silva. Em 2010 é laureada no concurso nacional de Ourém e, posteriormente, em 2011, inicia a sua formação em violino com Joana Jesus revendo todo o programa, agora na clave de sol. Consegue o seu 1º prémio no Concurso nacional de Fátima em 2012 e mais tarde, em 2014, obtém também o 1º prémio no Concurso Capela.
Inicia os seus estudos com José Paulo Jesus em 2014 e, desde então, seguem-se vários 1º prémios em concursos nacionais e internacionais: o Elisa de Sousa Pedroso em 2015, o Cidade do Porto em 2016, o Cidade de Vigo em 2016, o Vasco Barbosa na cat. Pré-juvenil em 2017, o da cidade do Fundão em 2018 (neste foi aluna revelação e a que melhor interpretou a peça portuguesa obrigatória) e o Vasco Barbosa na cat. Juvenil em 2019. Adicionou a estes prémios, nos concertos de laureados, o Prémio Elisa de Sousa Pedroso em 2015 e o Prémio Carlos Fontes em 2016.
Já tocou como solista com a Orquestra Sinfónica do Conservatório de Vigo no Auditorio del Mar e por duas vezes com a Camerata Atlântica no CCB. É desde novembro de 2017 membro da Jovem Orquestra Portuguesa.




Rafael Kyrychenko (n.1996) - piano | Natural da ilha de São Miguel, Açores, começou a tocar piano aos 5 anos com a sua mãe, Cristina Pliousnina. Ganhou o seu primeiro 1º prémio num concurso internacional, aos oito anos de idade. Desde então, tem participado em vários concursos internacionais, alcançando os 1º e 2º prémios em Portugal, Espanha, Itália, França, Estónia, San Marino, Chipre, Dinamarca e nos EUA. Em maio de 2014, foi o vencedor da 25ª edição de atribuição das bolsas da Yamaha. Entre vitórias dos últimos anos destacam-se o 1º prémio em 4th Aarhus International Piano Competition, Dinamarca e Gold Prize em Manhattan International Music Competition nos Estados Unidos da América. Participou em Master Classes sob a orientação de músicos de renome tais como Artur Pizarro, Dmitry Bashkirov, Martino Tirimo, Philippe Entremont, Michel Beroff e Leonid Margarius.
Foi convidado para tocar a solo e com orquestras em Portugal e no estrangeiro, colaborando com maestros de renome como Rui Massena, Andris Poga, Michael Schønwandt, Michail Jurowski, Philippe Entremont, Joseph Swensen, e Cesário Costa.
Estudou na Queen Elisabeth Music Chapel em Bruxelas, com Maria João Pires e atualmente frequenta o 1º ano de mestrado no Conservatorio Real de Bruxelas com Daniel Blumenthal.




Telmo Costa (n.1999) - clarinete |  Iniciou os seus estudos com José Amério Belinha. Posteriormente, ingressou na Academia de Música de Paços de Brandão com Hélder Tavares com o qual terminou o oitavo grau. 
Frequentou várias masterclasses com António Saiote, Nuno Pinto, Florent Héau, François Benda, Kilian Herold, Harri Mäki, entre outros.
Ganhou concursos nacionais e internacionais, entre os quais o 1º Prémio Concurso Luso-espanhol em Fafe, 1º Prémio International Clarinet Competition APC, Golden Prize - Vienna International Music Competition e 1º Prémio no Prémio Jovens Músicos na categoria clarinete nível superior.
Relativamente à sua experiência em orquestra, integrou a Jovem Orquestra Portuguesa, o Estágio Gulbenkian de Orquestra, a Royal Concertgebouw Orchestra e Gustav Mahler Jugendorchester.
É membro da Orquestra Filarmónica Portuguesa, da Neue Philharmonie München e da Schweizer Jugend-Sinfonie-Orchester. Em 2019 ganhou o lugar de academista na Luzerner Sinfonieorchester e o lugar de clarinete Co-principal na Orquestra Gulbenkian.
Terminou o segundo ano de Bachelor na Hochschule für Musik Basel na classe de François Benda, tendo tocado a solo com a Sinfonieorchester Basel.



* Também gravação pela RTP 2 para posterior transmissão


Fotos de Jorge Carmona / Antena 2 RTP
(nas provas eliminatórias PJM 2019)