Ouvir
Grande Auditório
Em Direto
Grande Auditório Reinaldo Francisco / Produção: Susana Valente

Videos

Jorge Gil (1945-2019) | Homenagem ao autor de Em Órbita

|


Jorge Gil (1945-2019) | Homenagem ao autor de Em Órbita


Homenageando Jorge Gil, a Antena 2 transmite a 12 Agosto às 22h00, um especial com o último programa Em Órbita que passou na nossa Antena em 29 de Junho de 2001.


A anteceder esta transmissão, uma conversa entre João David Nunes e João Almeida, sobre os 50 Anos do programa Em Órbita que estreou no dia 1 de Abril de 1965, no Radio Clube Português, divulgando as realizações mais representativas da música popular anglo-americana.
Inicialmente, o programa tinha produção e realização de Jorge Gil e Pedro Soares Albergaria, e apresentação de Cândido Mota; mas outros nomes passaram pelo programa como João Manuel Alexandre, João David Nunes e Pedro Castelo.
Em 1969, começou a introduzir música erudita, que passou a exclusivo a partir de Janeiro de 1974.

Século Ilustrado, 14 Jan. 1967


A 3 de Abril de 1998, o programa começa a ser emitido pela Antena 2, em duas horas de emissão semanais, preenchidas com música antiga, devidamente enquadrada com textos lidos por Paulo Rato.

Há dias festivos que merecem aplauso da praça pública numa cerimónia qualquer. A passagem de 33 anos sobre a primeira emissão do "Em Órbita" podia ser um deles, mas não interessa celebrar com serpentina cinzenta, guloseima e rugido de foguete em fogo-de-artifício precário, as vicissitudes dum projecto cultural acidentado que, sabe Deus como, sobreviveu até hoje.
Em Portugal, o Em Órbita foi pioneiro na divulgação do trabalho dos intérpretes que melhor têm protagonizado o movimento de redescoberta e reavaliação do património musical europeu anterior ao advento do Romantismo, que permaneceu em jazida desleixada até meados do século XX. 
Com transferência marcada para 3 de Abril, o Em Órbita passa a ser transmitido na Antena 2 da RDP. Num tempo em que o nivelamento canalha ganhou estatuto triunfante, é um remédio saber da existência de lugares onde não há morada para os difusores de um vírus sem nome próprio, no qual germina a vaga e perigosa luxúria da distracção. 
Jorge Gil, in Boletim de programação da Antena 2, Abril de 1998