Ouvir
Proms BBC
Em Direto
Proms BBC TRANSMISSÃO DIRETA

Videos

O Stradivarius Português

Documentário Antena 2 / RTP

|

O Stradivarius Português O Stradivarius Português
 
Durante cerca de um mês, a equipa da Antena 2 / RTP acompanhou o violoncelista Pavel Gomziakov aquando do seu concerto na Fundação Gulbenkian, com o violoncelo “Stradivarius Chevillard Rei de Portugal”. Foram filmados os bastidores do concerto, os ensaios, e entrevistados vários peritos que testemunham o valor deste violoncelo, instrumento classificado como Tesouro Nacional e acervo do Museu Nacional da Música.
O Stradivarius Português é o primeiro documentário vídeo produzido pela Antena 2 e pela Direção de Produção da RTP, com autoria de Andrea Lupi e realização de Rafael Matos. 


O Stradivarius Português

Documentário Antena 2 / RTP

Ideia original e Autoria: Andrea Lupi
Realização: Rafael Abalada Matos





Para ver o documentário O Stradivarius Português, na RTP Play, clicar aqui.



A 2 de junho de 2017, o violoncelista Pavel Gomziakov deu um recital extra programa na Fundação Calouste Gulbenkian.

O concerto, intitulado "O Stradivarius Português", encerrou as gravações de um disco de música russa e trouxe à ribalta o violoncelo Stradivarius Chevillard Rei de Portugal, instrumento único em Portugal e uma raridade mundial, classificado Tesouro Nacional do Estado Português.

Meses antes, em fevereiro, em conversa com o diretor adjunto do Serviço de Música da Fundação Calouste Gulbenkian, Miguel Sobral Cid, Andrea Lupi, a autora deste 1º filme documentário da Antena 2, soube deste duplo evento - gravação de disco e concerto.

Tal acontecimento revestia-se de um carácter histórico, por ser muito raro o violoncelo sair do Museu Nacional da Música. Impunha-se documentar estes momentos, para memória futura.

A autora fez então a proposta para um filme documentário, que foi aceite pela Direção da Antena 2. Estabelecidos todos os contactos, foi reunida uma equipa de filmagem, em parceria com a Direção de Produção da RTP.

Entre maio e 2 de junho, a equipa da Antena 2/RTP acompanhou Pavel Gomziakov nas suas diversas incursões ao Museu da Música e à Fundação Gulbenkian, para ensaios, sessões de gravação e preparação do concerto.

Foram entrevistadas diversas pessoas envolvidas neste processo: Christian Bayon, luthier responsável pela manutenção do violoncelo; do museu, a sua diretora, Graça Mendes Pinto, e a courrier do instrumento, Helena Miranda; Alexandra Lauw, a dendrocronologista do Instituto Superior de Agronomia que desvaneceu as dúvidas em torno da autenticidade da construção atribuída a Antonio Stradivari; e Jean-Martial Golaz, o engenheiro de som responsável pelas gravações.

O resultado é um filme documentário com cerca de 27 minutos que está agora disponível na plataforma RTP Play.



Fotos dos bastidores do documentário, por Jorge Carmona e Andrea Lupi.




Ficha técnica do documentário

Ideia original e Autoria: Andrea Lupi

Imagem: Paulo dos Passos, Rute Leonardo

Edição: Paulo dos Passos

Som: António Garcia; Jean-Martial Golaz

Tradução e Legendagem: Fernanda Porto

Coordenação de produção: Júlio Barata

Realização: Rafael Abalada Matos



O violoncelo Stradivarius Chevillard-Rei de Portugal, datado de 1725, foi classificado como Tesouro Nacional em 2006, e é uma das jóias da coroa do espólio do Museu Nacional da Música, integrando a sua exposição permanente desde 1994.
Pertenceu ao Rei Dom Luís I (1838-1889), sendo o único instrumento em Portugal com a assinatura do famoso construtor italiano de instrumentos musicais Antonio Stradivari (1644-1737).
Foi construído em 1725, quando Stradivari tinha 81 anos, tendo sido primeiramente conhecido por Violoncelo Chevillard, por ter pertencido ao famoso violoncelista belga Pierre Chevillard (1811-1877). Posteriormente foi propriedade de um dos irmãos da família de luthiers franceses Vuillaume, que o vendeu ao Rei Dom Luís, em 1878 por 20,000 francos. 
O Chevillard – Rei de Portugal tem a famosa forma “B”, a mais célebre entre as diferentes formas utilizadas por Antonio Stradivari na construção de instrumentos de arco, sendo o último construído segundo esta forma. Esta forma foi utilizada de 1707 a 1726, o período de ouro do construtor.