A adolescência e a vida privada
Emma Watson e o fascínio dos objectos: uma crónica sobre a adolescência contemporânea

Cannes dia 2: THE BLING RING  

A adolescência e a vida privada

Sofia Coppola também está de volta a Cannes, sete anos passados sobre "Marie Antoinette": em "The Bling Ring", faz o retrato de um caso verídico, envolvendo um grupo de jovens assaltantes de casas de gente famosa...

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 A adolescência e a vida privada
The Bling Ring "The Bling Ring" conta a história real de um grupo de adolescentes que se especializaram em cometer pequenos assaltos em casas de celebridades, como Paris Hilton e Orlando Bloom. Sofia Coppola é responsável pela direção, produção e roteiro.

Muitas vezes se diz a propósito das escolhas da secção "Un Certain Regard" que, pelo menos algumas delas, poderiam estar também na competição para a Palma de Ouro. Assim é, sem dúvida. Mas importa acrescentar que "Un Certain Regard" não é tanto uma alternativa, como um prolongamento da própria selecção oficial.

Sintomaticamente, o filme de abertura oficial de "Un Certain Regard" é daqueles que veríamos com bons olhos na corrida para a Palma. De facto, "The Bling Ring", de Sofia Coppola, apresenta-se como um objecto de extrema actualidade temática, discutindo a adolescência e as ilusões da "fama". Aliás, tendo em conta outros dois títulos já apresentados na competição ("Heli", do mexicano Amat Escalante, e "Jeune & Jolie", do francês François Ozon), talvez se possa sugerir que os dramas adolescentes deixarão uma marca forte nesta 66ª edição de Cannes.

Sofia Coppola baseia-se num caso verídico que teve significativo impacto na sociedade americana e, em particular, na comunidade artística de Los Angeles. Assim, "The Bling Ring" designava um grupo de adolescentes (quatro raparigas e um rapaz) que se especializaram em entrar nas casas de algumas celebridades (Paris Hilton, Orlando Bloom, etc.), "coleccionando" obsessivamente alguns dos seus objectos privados (jóias, malas, peças de roupa, etc.). Resultado: um roubo global superior a 3 milhões de dólares.

O maior mérito do filme decorre da desencantada frieza com que filma a actividade desta quadrilha que parece não ter consciência das várias formas de abuso em que se envolve... "The Bling Ring" é, afinal, uma crónica sobre uma adolescência educada nas ilusões da "velocidade" da Internet e no menosprezo pela dimensão privada da existência humana. Além do mais, com um excelente grupo de jovens intérpretes, sendo de destacar Emma Watson, finalmente liberta das rotinas de "Harry Potter".

por
publicado 00:18 - 17 maio '13

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2013