A batida versátil de Beat Girl

Cinema Português  

A batida versátil de "Beat Girl"

A empresa portuguesa beActive lança novo filme desdobrado em vários suportes desenvolvendo a fórmula que há dez anos transformou "O Diário de Sofia" num caso de sucesso.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 A batida versátil de Beat Girl
Beat Girl Filha de uma famosa pianista, Heather sempre sonhou seguir as pisadas da mãe e formar-se pianista clássica na conceituada escola de música Juilliard, em Nova Iorque. Quando a mãe morre de doença prolongada, Heather fica sozinha e a braços com sonhos que parecem cada vez mais impossíveis de realizar. A mudança para os subúrbios, a relação conflituosa com o pai, a convivência com o meio-irmão ...
Cinemax Rádio:
Outros Áudios
Antevisão " Beat Girl "

"Beat Girl" é um filme com ambição de chegar ao público através das novas plataformas e possibilidades de comunicação - filme, redes sociais, séries web, mobile, aplicação, livro, música...

Nuno Bernardo, fundador da beActive, é o autor da história juntamente com Susana Tavares. O argumento segue o percurso de Heather, uma jovem estudante de música clássica que depois da morte da mãe descobre o fascínio pela música de dança e pela cultura do Disc Jockey. Ao mesmo tempo que persegue o sonho de ser DJ, a jovem Heather vai perceber que está na altura de entrar na idade adulta e começar a fazer escolhas.  

O filme foi realizado por Martín de Barra, um colaborador da produtora portuguesa com algum currículo em videoclipes e curtas-metragens. O filme foi rodado em Londres com um elenco estrangeiro e totalmente desconhecido do público português, e que gira em torno da actriz Louise Dylan que veste a pele de Heather.

Nuno Bernardo queria repetir a proeza de filmar em Portugal com elenco nacional, mas não foi possível encontrar financiamento de outros parceiros além do apoio do Fundo de Investimento para o Cinema e Audiovisual. O projeto teve um orçamento de 800 mil euros, para serem gastos nos vários meios e formatos por onde vai passar.

"Beat Girl" ganhou a dimensão de uma longa-metragem internacional, que também é livro, série para acompanhar nas redes sociais como o Pinterest, Facebook ou Twitter, e que também está no YouTube , ou em jogos criados para telemóveis. O filme já foi comprado por uma produtora norte-americana para passar a série televisiva, e na banda sonora o tema "I Will Find My Way", composto pelo DJ Nuno Carvalho, já leva mais de 365 mil visualizações no YouTube.

"Beat Girl" repete a estratégia de internacionalização de "O Diário de Sofia", que também passou por vários formatos e que foi comprado nos Estados Unidos, para daí chegar a vários países.

Nuno Bernardo mantém a aposta inicial de produzir conteúdos que possam circular em várias plataformas, até porque cada vez mais, diz o produtor, as audiências querem acompanhar as personagens, participar nas histórias e ter a possibilidade de escolher como e quando querem fazê-lo.

A estreia do filme em Portugal acontece numa sala de Alfragide, um dia antes da estreia no Reino Unido e na Irlanda. No final do mês chega aos Estados Unidos, numa altura em que poderá já estar disponível em VOD video on demand na televisão portuguesa. Não há preconceitos sobre a carreira no circuíto comercial, nem expectativas elevadas de bilheteira, porque o filme "Beat Girl" é apenas uma parte do todo, que a esta altura já tem milhões de seguidores.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português