A maior presença portuguesa em Berlim

Cinema Português  

A maior presença portuguesa em Berlim

Ao todo há sete filmes nacionais em Berlim, incluindo uma longa-metragem e duas curtas que competem pelos Ursos de Ouro.

Artigo recomendado:
A maior presença portuguesa em Berlim
Cinema Português
"Cartas da Guerra" na competição de Berlim A terceira longa-metragem de Ivo M. Ferreira, está seleccionada para a Competição Oficial da 66ª Edição do Festival Internacional de Cinema ...

Três filmes portugueses, de Salomé Lamas, Hugo Vieira da Silva, Sérgio da Costa e Maya Kosa, foram selecionados para a secção Fórum do Festival Internacional de Cinema de Berlim, marcado para fevereiro.

Estas três obras alargam a presença portuguesa no 66º festival de Berlim para sete filmes, incluido "Cartas de Guerra" de Ivo M. Ferreira na competição oficial e três curtas-metragens - ver artigos recomendados.

O Fórum é descrito pela organização como a secção mais ousada do festival e para a 46ª edição foram escolhidos 44 filmes, a maioria em estreia mundial. De Portugal foram escolhidos "Eldorado XXI", de Salomé Lamas, "Posto Avançado do Progresso", de Hugo Vieira da Silva, e "Rio Corgo, de Maya Kosa e Sérgio da Costa.

Já antes tinha sido anunciado que "Cartas de guerra", de Ivo M. Ferreira, tinha sido selecionado para a competição de longas-metragens e "Balada de um Batráquio", de Leonor Teles, e "Freud und Friends", de Gabriel Abrantes, para a competição de curtas. No programa "Forum Expanded" do festival estará "L'Oiseau de la Nuit", de Marie Losier.

No Berlinale Talents, outro dos programas paralelos, estarão o produtor Pedro Fernandes Duarte e os realizadores André Marques e Inês Oliveira.

Para o programa Co-Production Market, no qual produtores e realizadores procuram parceiros para a produção de novas obras, estará o ator Gonçalo Waddington com o projeto da primeira longa-metragem que realizará, intitulada "Patrick".

por
publicado 16:59 - 19 janeiro '16

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português