Adiamento do festival de Cannes cada vez mais certo

 

Adiamento do festival de Cannes cada vez mais certo

A imprensa norte-americana adianta que os organizadores do festival francês ponderam atrasar o evento para junho ou julho.

Artigo recomendado:
Adiamento do festival de Cannes cada vez mais certo
Realizador de "Parasitas" preside ao júri do próximo Festival de Veneza Bong Joon Ho vai liderar o grupo de individualidades responsável por atribuir o Leão de Ouro no festival de cinema agendado para setembro.

A dificuldade em conter a pandemia de COVID-19 pode obrigar a novo adiamento de um dos maiores festivais de cinema europeus. O Deadline Hollywood, da imprensa especializada norte-americana, adianta que o início do Festival de Cannes pode passar de maio para finais de junho, ou mesmo de julho, citando fontes da organização.

Vários fatores parecem jogar a favor de novas datas: a subida no número de infeções a nível mundial, com o aparecimento de novas estirpes do coronavírus que facilitam o contágio, o regresso das restrições à mobilidade e às viagens aéreas um pouco por toda a parte, e o lento ritmo de vacinação em França.

Um porta-voz citado acrescenta que a decisão quanto à mudança de data será tomada nas próximas semanas.

Outro meio de comunicação da área ao cinema, o Variety, também reforça a ideia de que Cannes 2021 será atrasado para o verão. Lança mesmo as datas de 5 a 25 de julho como mais prováveis para a realização do festival e descarta a hipótese de junho que seria ocupado por outros dois eventos, os prémios publicitários Cannes Lions e um congresso do setor imobiliário.

A pandemia já obrigou ao cancelamento do festival em 2020, uma interrupção que aconteceu pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial. No seu lugar houve apenas a divulgação da seleção oficial e uma curta mostra de alguns filmes ao longo de três dias, em outubro, aproveitando uma breve pausa entre vagas de infeções.

Neste início de 2021, o Festival de Cinema de Berlim já foi obrigado a cancelar o formato presencial da 71.ª edição, substituído por sessões online e um evento alternativo durante o próximo verão.

Mais à vontade parece estar Veneza, o terceiro dos grandes festivais de cinema que só tem lugar no final de agosto e que já anunciou mesmo o próximo presidente do júri, o sul-coreano Bong Joon Ho.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de