Alcarràs e Triângulo de Tristeza entre os nomeados para os Prémios do Cinema Europeu
"Alcarràs", de Carla Simón, um dos filmes nomeados.

Cinema Português  

"Alcarràs" e "Triângulo de Tristeza" entre os nomeados para os Prémios do Cinema Europeu

O cineasta português João Gonzalez faz parte da lista com a curta-metragem "Ice Merchants".

Os nomeados nas principais categorias dos Prémios do Cinema Europeu foram anunciados esta manhã. Pelo título de Melhor Filme Europeu competem "Alcarràs", de Carla Simón, que vai representar Espanha nos Óscares e conquistou o Urso de Ouro em Berlim, "Close", do belga Lukas Dhont, "Corsage", da austríaca Marie Kreutzer, "Holy Spider", do iraniano Ali Abbasi (numa coprodução entre Alemanha, Dinamarca, França e Suécia), e "Triângulo da Tristeza", de Ruben Östlund.

A categoria de Melhor Documentário Europeu é dominada pelo contexto político atual: nomeados estão "A House Made of Splinters", de Simon Lereng Wilmont, sobre a vida num orfanato no Leste da Ucrânia durante a invasão da Rússia, "Mariupolis 2", de Hanna Bilobrova e do realizador Mantas Kvedaravicius, que morreu em Mariupol em abril, e "The March on Rome", de Mark Cousins, sobre o fascismo italiano, no centenário da marcha de Mussolini sobre a capital daquele país. Também nomeados para melhor documentário europeu estão "The Balcony Movie", de Pawel Lozinski, feito a partir da varanda do realizador, e "Girl Gang", de Susanne Regina Meures, sobre uma influenciadora digital alemã.

Anunciada anteriormente estava a presença do filme português "Ice Merchants", de João Gonzalez, finalista na categoria de melhor curta-metragem. Entre os nomeados está ainda a coprodução "Interdito a Cães e Italianos", de Alain Ughetto.

Os Prémios Europeus de Cinema são uma iniciativa da Academia de Cinema Europeu, cuja 35.ª cerimónia está marcada para 10 de dezembro, em Reiquiavique.

A organização irá ainda atribuir um prémio de honra, de inovação em 'storytelling', ao realizador italiano Marco Bellocchio pela minissérie "Esterno note".

A lista completa de nomeações é a seguinte:

Melhor filme

ALCARRÀS, Carla Simón (Espanha/ Itália)

CLOSE, Lukas Dhont (Bélgica/ França/ Países Baixos)

CORSAGE, Marie Kreutzer (Áustria/ Luxemburgo/ Alemanha/ França)

HOLY SPIDER, Ali Abbasi (Dinamarca/ Alemanha/Suécia/França)

TRIANGLE OF SADNESS, Ruben Östlund (Suécia/ Alemanha/ França/ Reino Unido)


Melhor documentário

A HOUSE MADE OF SPLINTERS, Simon Lereng Wilmont (Dinamarca/Suécia/Finlândia/Ucrânia)

GIRL GANG, Susanne Regina Meures (Suíça)

MARIUPOLIS 2, Mantas Kvedaravičius (Lituânia/ França/ Alemanha)

FILME BALKONOWY, Paweł Łoziński (Polónia)

MARCIA SU ROMA, Mark Cousins (Itália)


Melhor realizador

Lukas Dhont, CLOSE

Marie Kreutzer, CORSAGE

Jerzy Skolimowski, EO

Ali Abbasi, HOLY SPIDER

Alice Diop, SAINT OMER

Ruben Östlund, TRIANGLE OF SADNESS


Melhor atriz

Vicky Krieps, CORSAGE

Zar Amir Ebrahimi, HOLY SPIDER

Léa Seydoux, UN BEAU MATIN

Penélope Cruz, MADRES PARALELAS

Meltem Kaptan, RABIYE KURNAZ VS. GEORGE W. BUSH


Melhor ator

Paul Mescal, AFTERSUN

Eden Dambrine, CLOSE

Elliott Crosset Hove, GODLAND

Pierfrancesco Favino, NOSTALGIA

Zlatko Burić, TRIANGLE OF SADNESS


Melhor argumento


Carla Simón e Arnau Vilaró, ALCARRÀS

Kenneth Branagh, BELFAST

Lukas Dhont e Angelo Tijssens, CLOSE

Ali Abbasi e Afshin Kamran Bahrami, HOLY SPIDER

Ruben Östlund, TRIANGLE OF SADNESS


Prémio Descoberta - FIPRESCI para melhor primeira longa-metragem

CENZORKA, Peter Kerekes (Eslováquia/República Checa/Ucrânia)

DALVA, Emmanuelle Nicot (Bélgica/ França)

INNI LUDZIE, Aleksandra Terpińska (Polónia/ França)

PAMFIR, Dmytro Sukholytkyy-Sobchuk (Ucrânia/ França/ Polónia/ Alemanha/ Chile)

PICCOLO CORPO, Laura Samani (Itália/ Eslovénia/ França)

SONNE, Kurdwin Ayub (Áustria)


Melhor comédia europeia

COP SECRET (LEYNILÖGGA), Hannes Þór Halldórsson (Islândia)

EL BUEN PATRÓN, Fernando León de Aranoa (Espanha)

LA FRACTURE, Catherine Corsini (França)


Melhor filme de animação europeu

LE PETIT NICOLAS – QU'EST-CE QU'ON ATTEND POUR ÊTRE HEUREUX?, Amandine Fredon e Benjamin Massoubre (França, Luxemburgo)

MY LOVE AFFAIR WITH MARRIAGE, Signe Baumane (Letónia, Estados Unidos, Luxemburgo)

LES VOISINS DE MES VOISINS SONT MES VOISINS, Anne-Laure Daffis e Léo Marchand (França)

INTERDIT AUX CHIENS ET AUX ITALIENS, Alain Ughetto (França, Itália, Bélgica, Suíça, Portugal)

KNOR, Mascha Halberstad (Países Baixos, Bélgica)


Melhor curta-metragem europeia

BABIČINO SEKSUALNO ŽIVLJENJE, Urška Djukič e Émilie Pigeard (Eslovénia, França)

ICE MERCHANTS, João Gonzalez (Portugal, França, Reino Unido)

MILÝ TATI, Diana Cam Van Nguyen (República Checa, Eslováquia)

TECHNO, MAMA, Saulius Baradinskas (Lituânia)

WILL MY PARENTS COME TO SEE ME, Mo Harawe (Áustria, Alemanha, Somália)

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português