Antevisão Oscars 2012: melhor atriz
Ninguém foi nomeado tantas vezes como ela. Conseguirá Meryl Streep chegar à 17ª nomeação, na pele da Dama de Ferro?

Oscars 2012  

Antevisão Oscars 2012: melhor atriz

Saiba quem são as atrizes de que se fala para os Oscars deste ano.

No ano passado foi difícil encontrar papeis femininos com perfil e qualidade para uma nomeação pela Academia. Este ano, a competição está bem mais aberta. Nas próximas semanas começaremos a ver para que lado pende a preferência de críticos e votantes das associações profissionais. Só nessa altura ficará claro o cenário para a noite dos Oscars. Com duas exceções ("As Serviçais" e "Os Homens Que Odeiam as Mulheres"), as candidatas vêm de longas metragens que não deverão estar presentes nas categorias de Melhor Filme, ou Melhor Realizador.

Fique a conhecer as prováveis candidatas aos prémios de representação no feminino e saiba quais as datas de estreia nos Estados Unidos e em Portugal.


Glenn Close
"Albert Nobbs
"

Datas de estreia:
21 de dezembro 2011 (EUA)
5 de outubro 2011 (Portugal)
Sem data de estreia (Brasil)

A veterana atriz regressa ao cinema após uma passagem de sucesso pela televisão. Aqui, disfarça-se de homem e assume o papel de  Albert Nobbs, como forma de poder trabalhar e sobreviver na Irlanda do século XIX. Close não é estranha aos Oscars. Foi nomeada cinco vezes durante a década de 80. Em duas ocasiões na categoria de atriz principal (por "Atração Fatal" e "Ligações Perigosas") e três como atriz secundária (por "O Estranho Mundo de Garp", "Os Amigos de Alex" e "Um Homem Fora de Série"). Nunca ganhou. Este ano tem fortes hipóteses.

Viola Davis
"As Serviçais"
(The Help)

Datas de estreia:
21 de dezembro 2011 (EUA)
5 de outubro 2011 (Portugal)
6 de fevereiro 2012 (Brasil)
 
Até agora, Davis tem-se dedicado mais ao teatro , uma opção que já lhe valeu dois prémios Tony, em 2001 e 2010. No grande ecrã, a atriz afro-americana brilhou em 2009, numa pequena sequencia como secundária no filme "A Dúvida", ao lado de Meryl Streep. Foi nomeada para um Globo de Ouro e para um Oscar, mas não conquistou nenhum deles. Em "As Serviçais" é uma das criadas da rica família sulista de Skeeter Phelan que acede a contar a sua história provocando um escândalo, tanto na conservadora comunidade branca como entre os seus.

Rooney Mara
"Millenium 1: Os Homens Que Odeiam as Mulheres"
(The Girl With the Dragon Tattoo)

Datas de estreia:
21 de dezembro 2011 (EUA)
19 de janeiro 2012 (Portugal)
27 de janeiro 2012 (Brasil)

Com uma curta carreira iniciada em 2005 e após alguns papéis de menor importância, Rooney Mara passou a ser conhecida quando encarnou Erica Albright, a namorada de Mark Zuckerberg, no premiado "A Rede Social". Daí passou diretamente para a difícil pele de Lisbeth Salander, a perturbada pirata informática na adaptação de David Fincher do thriller criado por Stig Larsson. Uma tarefa difícil que exigiu profundas alterações no seu aspeto. Tatuagens temporárias, uma série de piercings e um corte de cabelo radical afastaram Rooney do visual de menina bem comportada que exibia anteriormente. Em cima de tudo isso está a recolher opiniões positivas de quem já viu o filme.

Elizabeth Olsen
"Martha Marcy May Marlene"


Datas de estreia:
21 de outubro 2011 (EUA)
Sem data de estreia em Portugal e no Brasil

Quem diria que a irmã mais nova das medíocres gémeas Mary-Kate e Ashley seguiria caminhos mais sérios e estaria um dia na corrida pelas nomeações para os Oscars? O pequeno filme independente, primeira obra de Sean Durkin, explora os problemas psicológicos de uma jovem acabada de regressar a casa após ter vivido com uma estranha seita religiosa. Um papel exigente e profundo para uma estreante, mas com todos os ingredientes para agradar à Academia e preencher a quota não oficial de produções nascidas fora dos grandes estúdios.

Michelle Williams
"A Minha Semana Com Marilyn"
(My Week With Marilyn)

Datas de estreia:
23 de novembro 2011 (EUA)
5 de janeiro 2012 (Portugal)
24 de Fevereiro 2012 (Brasil)

Apesar de ter apenas 31 anos, Michelle Williams já conta com duas entradas na lista de nomeadas dos Oscars. Primeiro, como secundária no vencedor de 2006, "O Segredo de Brokeback Mountain", e na última edição com o polémico "Blue Valentine - Só Tu e Eu", na categoria de melhor atriz, ao lado de Ryan Gosling. O papel de Marilyn Monroe confere-lhe um lugar de destaque na lista de desempenhos femininos para esta temporada. Será uma surpresa se não for uma das escolhidas.

Meryl Streep
"A Dama de Ferro"
(The Iron Lady)

Datas de estreia:
30 de dezembro 2011 (EUA)
12 de fevereiro 2012 (Portugal)
fevereiro 2012 (Brasil)

A ligação entre Meryl Streep e os Oscars é muito forte. Foi nomeada por 16 vezes. No entanto, apenas ganhou em duas ocasiões, ambas nos já distantes anos 80. Como atriz secundária, em "Kramer Contra Kramer" (1980), e como protagonista em "A Escolha de Sofia" (1982). A esta lista juntam-se perto de uma centena de outros galardões. O papel de Margaret Thatcher parece talhado para a levar novamente ao Kodak Theatre na situação de nomeada apesar de algumas reações negativas ao filme de Phyllida Lloyd (realizadora de "Mamma Mia!").

Charlize Theron
"Jovem Adulta"
(Young Adult)

Datas de estreia:
9 de dezembro 2011 (EUA)
12 de fevereiro 2012 (Portugal)
3 de fevereiro 2012 (Brasil)

A sul africana já foi nomeada na categoria de melhor atriz por duas vezes. Ganhou em 2004 pelo desempenho impressionante em "Monstro" e foi derrotada em 2006 como protagonista de "North Country - Terra Fria". Desta vez apresenta-se como uma escritora saída de um divórcio que regressa à cidade natal para recuperar o namorado dos tempos do liceu. O problema é que ele casou e tem dois filhos. Boa equipa com o realizador Jason Reitman e a argumentista Diablo Cody a repetirem a parceria de "Juno" (2007).


Tilda Swinton
"Temos de Falar Sobre o Kevin"
(We Need to Talk about Kevin)

Datas de estreia:
9 de dezembro 2011 (EUA)
12 de fevereiro 2012 (Portugal)
Sem data de estreia (Brasil)

Já tem um Oscar em casa, obtido em 2008 na categoria de melhor atriz secundária, pelo papel em "Michael Clayton". À estatueta americana junta um prémio BAFTA (da Academia britânica) pelo mesmo desempenho. Este ano apresenta-se num filme da também escocesa Lynne Ramsay. Swinton é a mãe de uma criança com graves perturbações mentais que o levarão a tornar-se num sociopata.


Olivia Colman
"Tyrannosaur"


Datas de estreia:
18 de novembro 2011 (EUA)
Sem data de estreia em Portugal e no Brasil

De Olivia Colman conhecemos a presença na comédia "Peep Show" e pouco mais. Agora, surge num papel dramático, bastante elogiado, nesta pequena produção independente inglêsa que tem recebido louvores e prémios por onde tem passado. Este é o filme que apaixonou o jornalista Jeff Wells e o levou a montar uma campanha de recolha de fundos para aumentar o número de projeções do filme e assim elevar o perfil oscarizável de Olivia. Em "Tyrannosaur", ela é uma mulher respeitável e religiosa que trabalha a ajudar os necessitados, mas esconde um terrível segredo. É uma aposta arriscada num ano com tanta concorrência.

Felicity Jones
"Like Crazy"

Datas de estreia:

28 de outubro 2011 (EUA)
Sem data de estreia em Portugal e no Brasil

Outra atriz britânica na linha de partida dos Oscars. Embora não seja uma das favoritas há quem a veja com potencial para uma surpresa. Em "Like Crazy" interpreta o papel de uma estudante inglesa que se apaixona por um americano, mas é separada dele quando o prazo do seu visa termina. Ganhou um prémio especial do júri em Sundance, no início do ano, e está nomeada para os Independent Spirit Awards.



Outras apostas:

Keira Knightley "Um Método Perigoso" (A Dangerous Method)
Kirsten Dunst "Melancolia" (Melancholia)
Carey Mulligan "Drive"








por
publicado 14:24 - 25 novembro '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Oscars 2012