Bond e o apelo das marcas

Mais Cinema  

Bond e o apelo das marcas

Na produção de "Spectre" gastou-se dinheiro a rodos e foram destruídos mais de 30 milhões de euros em carros de luxo, mas há sempre uma mão cheia de grandes marcas dispostas a aliviar a conta final.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Bond e o apelo das marcas
007 Spectre Uma mensagem enigmática do passado, leva James Bond numa missão independente à Cidade do México, passando por Roma, onde conhece Lucia Sciarra (Monica Bellucci), a bela e proibida viúva de um criminoso infame. Bond infiltra-se numa reunião secreta e descobre a existência de uma sinistra organização conhecida como SPECTRE. Entretanto, em Londres, Max Denbigh (Andrew Scott), o novo chefe do ...

O que Bond usa vende em todo o mundo. Um grupo de marcas com poder financeiro e apelo global acreditam nesta afirmação e pagaram somas não divulgadas - mas que se estimam em dezenas de milhões de dólares - para estarem ligadas a "Spectre", a mais recente longa-metragem com o agente secreto 007.

Os relógios Omega, as lâminas de barbear Gillette, o vodka Belvedere, a cerveja Heineken são alguns dos licenciados que adquiriram a peso de ouro o direito a utilizar o universo Bond nas suas campanhas de marketing.

Jacques de Cock, consultor e professor de marketing em Londres disse à agência Reuters que toda a atividade de marketing e promoções que rodeia o filme pode valer tanto como o dinheiro que custou a produzir - ou seja, algo entre os 150 e os 200 milhões de dólares - e destaca a longevidade da marca Bond como um dos seus pontos fortes.

Ao manter-se ativa ao longo de décadas ("Spectre" é o 24º filme com o agente secreto criado por Ian Fleming), atinge níveis de reconhecimento por parte do consumidor e confiança do lado das empresas superiores a outras marcas importantes do cinema como "Star Wars", ou "Harry Potter", que contam com menos de uma dezena de filmes estreados.

Também as limitações são menores. Tratando-se de um filme para um público adulto, "Spectre" consegue atrair parceiros em categorias como é o caso das bebidas alcoólicas, que ficam de parte em títulos para audiências mais jovens.

Uma parceria para um filme com 007 reflete-se quase de imediato nas vendas. Foi o caso da N.Peal, marca de vestuário com sede em Londres que veste Daniel Craig num dos posters do filme. A camisola de gola alta em caxemira que aparece na imagem esgotou em pouco tempo, apesar do preço elevado (perto de 300 euros).

Esta eficácia leva algumas empresas a regressar a cada filme. É o caso do trio de marcas de prestígio de origem britânica, Aston Martin, Jaguar e Land Rover.

A Aston Martin aproveitou "Spectre" para revelar um novo modelo, o DB10, de que foram produzidos 10 exemplares de propósito para o filme. Sete terão sido destruídos durante as filmagens que incluíram cenas de perseguição a alta velocidade em Roma e na Cidade do México, de acordo com um coordenador da equipa de duplos citado pelo Daily Mail.

A mesma fonte revelou que terão ido para a sucata cerca de 33 milhões de euros em carros, incluindo um gigantesco Land Rover conduzido por um dos vilões e que acabou num monte de chamas em plenos Alpes austríacos.

"Spectre" chega aos cinemas portugueses a 6 de novembro.

por
publicado 18:44 - 27 outubro '15

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema