Cameron, o inventor
James Cameron não dá descanso à indústria, sempre com o objectivo de diferenciar a experiência cinematográfica em sala.

Cinema Norte-americano3D  

Cameron, o inventor

James Cameron, não pára. Agora, o realizador de "Titanic" e "Avatar" quer mudar as regras técnicas do cinema.

Durante uma apresentação na CinemaCon, a convenção anual de exibidores dos Estados Unidos, que está a decorrer em Las Vegas, James Cameron lançou mais uma ideia para revolucionar a forma como o cinema é filmado e melhorar a qualidade do 3-D.

A ideia de Cameron consiste em alterar o número de frames por segundo (fps) a que a imagem é projectada. Normalmente o cinema é projectado a 24 fps - ou seja, a cada segundo são projectados 24 frames no ecrã . É esse ritmo que permite criar a ilusão óptica de movimento.

O realizador referiu que a projecção a ritmos mais elevados, sejam 48, ou mesmo 60 fps, acabaria com alguns dos problemas dos filmes em 3-D. Nomeadamente, um certo arrastamento da imagem e alguma cintilação que causa desconforto e cansaço nos espectadores.

Cameron ilustrou o seu ponto de vista com a projecção de algumas cenas filmadas a diferentes velocidades e apontou as vantagens do novo sistema.

O problema reside no facto de estas mudanças significarem mais custos de adaptação de material para os donos dos cinemas.

Cameron lembrou mesmo o facto de em 2005 ter ido a este evento comunicar às cadeias de exibição que teriam de investir na conversão para digital se quisessem apanhar o comboio das três dimensões.

"Oh não, lá vem outra vez este tipo. Cada vez que ele aparece custa-me imenso dinheiro." disse o realizador em tom de brincadeira.

Apesar da boa disposição, o problema é real. Numa conjuntura de crise e com os custos anteriores na memória é certo que os donos das salas de cinema vão voltar a resmungar contra esta série de invenções.

Por outro lado, as ameaças estão aí e chamam-se home cinema, alta-definição e televisão em 3-D, em conjunto com a possível redução nas janelas de estreia e o aumento do poder do video on demand.

Se não se mantiver um passo à frente da tecnologia disponível nos lares o cinema em sala pode passar a irrelevante em poucos anos. James Cameron sabe bem disso.


Ligações de interesse:

James Cameron Plans To Change The Way Films Are Shot For ‘Avatar 2′

CinemaCon: James Cameron Ramps Up His Calls for Higher Frame Rates

por
publicado 21:25 - 31 março '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Norte-americano3D