Cannes 2013: o cartaz amoroso
O cartaz de Cannes inspira-se numa foto produzida para a promoção de "A New Kind of Love" (1963)

Cannes 2013  

Cannes 2013: o cartaz amoroso

Através de uma fotografia de Paul Newman e Joanne Woodward o Festival de Cannes pretende celebrar a vertigem amorosa do cinema.

Artigo recomendado:
Cannes 2013: o cartaz amoroso
Cannes 2013
"O Grande Gatsby" abre Cannes Festival agenda antestreia mundial do novo filme de Baz Luhrmann, com Leonardo DiCaprio, uma nova versão cinematográfica do romance de ...

O Festival de Cinema de Cannes escolheu, para celebrar a sua 66ª edição, a foto de um casal que encarna perfeitamente o espírito do cinema e do amor: Joanne Woodward e Paul Newman surgem foto tirada no set de um filme chamado, apropriadamente, "A New Kind of Love", realizado por Melville Shavelson (1963).

O festival viu nesta imagem uma oportunidade para honrar a memória de Paul Newman, que morreu em 2008, e fazer uma evocação plena de admiração a Joanne Woodward, a sua esposa e intérprete de eleição.

O Festival de Cinema de Cannes acolheu-os em 1958 - ano do seu casamento - selecionando "Paixões que Escaldam/The Summer Long Hot", de Martin Ritt, o primeiro filme que eles rodaram juntos.

A sua história
ficou associada ao festival através de dois filmes realizados por Paul Newman com Joanne Woodward, que foram exibidos na seleção oficial competitiva: "A Influência dos Raios Gama no Comportamento das Margaridas", (1973) e "Algemas de Cristal" (1987).

O cartaz do festival (reproduzido aqui em baixo) recorre a uma fotografia que foi 
reformulada pela agência parisiense Bronx, responsável pela imagem das recentes edições do Festival de Cannes. O trabalho criativo de manipulação da imagem consistiu em construir uma decoração cinética, criando a impressão de movimento e profundidade para aumentar o efeito próprio da ilusão do cinema.
 
O cartaz fornece uma imagem brilhante de um casal moderno, entrelaçado numa figura de equilíbrio perfeito no tumulto que evoca o amor. A visão vertiginosa destes dois amantes envolvidos envolvidos desperta a vontade de viver o cinema como um desejo sem fim.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2013