Cinco mulheres acusam o humorista Louis C.K. de atos indecentes

Mais Cinema  

Cinco mulheres acusam o humorista Louis C.K. de atos indecentes

Os alegados atos foram denunciados num artigo publicado quinta-feira no The New York Times.

Artigo recomendado:
Cinco mulheres acusam o humorista Louis C.K. de atos indecentes
Mais Cinema
Caos em Hollywood na sequência de escândalos sexuais Os muitos casos de alegados abusos sexuais em Hollywood estão a afetar o setor a diversos níveis.

O ator, argumentista e humorista Louis C.K. é acusado por cinco mulheres de ter tentado e levado a cabo atos sexuais diante delas.

Num artigo publicado quinta-feira no jornal norte-americano The New York Times, as humoristas Dana Min Goodman, Julia Wolov, Rebecca Corry, Abby Schachner e uma quinta mulher que trabalhava na produção do programa "The Chris Rock Show" relataram ocasiões em que C.K. sugeriu, tentou, ou chegou mesmo a masturbar-se diante delas. A ex-amiga e colaboradora Tig Notaro, confirmou as alegações.

A peça do The New York Times foi assinada pela jornalista Jodi Kanter, uma das responsáveis pela história sobre Harvey Weinstein publicada a 5 de outubro que deu início a uma onda de denúncias de casos de assédio sexual em Hollywood.

Imediatamente antes da publicação do artigo, Louis C.K. anulou a antestreia do seu novo filme " I Love You, Daddy", prevista para a noite de quinta-feira, e a presença no talk show de Stephen Colbert, na CBS.

Os canais HBO e FX, cortaram de imediato todas as ligações institucionais com C.K. e suspenderam a emissão das séries onde que contavam com a presença do ator.

Já esta sexta-feira, após o escândalo ter sido tornado público, o distribuidor The Orchard anunciou o cancelamento da estreia do filme nas salas norte-americanas.

Diferente parece ser a situação em Portugal. Contactada pelo CINEMAX, a Leopardo Filmes, distribuidora portuguesa, afirma que por cá nada muda: mantém a exibição do filme no próximo Festival de Cinema de Lisboa e Sintra e antecipa a estreia comercial para 30 novembro.

Louis C.K., de 50 anos, começou por trabalhar no circuito de clubes de humor para depois servir como argumentista em programas de televisão. Em 2006 surgiu finalmente na ribalta com a série autobiográfica "Louie". Teve vários papéis secundários no cinema e, recentemente, foi co-criador das séries ""Baskets" e "Better Things", para o FX.

por
publicado 12:06 - 10 novembro '17

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema