Curta portuguesa ganha Urso de Ouro em Berlim
Diogo Costa Amarante premiado em Berlim (foto Britta Pedersen)

Curta-metragem  

Curta portuguesa ganha Urso de Ouro em Berlim

O filme "Cidade Pequena", de Diogo Costa Amarante, foi distinguido com o Urso de Ouro para melhor curta-metragem no Festival de Cinema de Berlim.

Artigo recomendado:
Curta portuguesa ganha Urso de Ouro em Berlim
Curta-metragem
Curta de Leonor Teles ganha Urso de Ouro O cinema português sai premiado da competição de curtas-metragens, do Festival Internacional de Cinema de Berlim, com o prémio máximo ...

A família, a morte e a passagem do tempo são temas universais, comuns, que ligam as pessoas. É isto que Diogo Costa Amarante filme em "CIdade Pequena", filme premiado com o Urso de Ouro no Festival de Berlim.

A curta conta a história de Frederico, sobrinho do realizador, e as aprendizagens escolares sobre o corpo humano e a consciência da mortalidade, sendo que se transforma numa abordagem autobiográfica de Diogo Costa Amarante.

O realizador situa-se entre a ficção e autobiografia, apresnetando uma perspetiva real com imagens que são manipuladas.

A curta-metragem estreou em julho de 2016 no Festival Internacional de Cinema de Vila do Conde e foi premiada como Urso de Ouro no Festival de Berlim. No breve discurso de aceitação do prémio, Amarante agradeceu à família e à equipa de curtas-metragens da Berlinale, "a mais acolhedora" que existe.

Diogo Costa Amarante realizou quatro curtas-metragens, uma média metragem documental, e está a completar duas novas curtas-metragens.

 

Na mesma edição do Festival de Berlim foi anunciado que o filme "Os Humores Artificiais", de Gabriel Abrantes, está nomeado pelo júri internacional do Festival de Berlim para o prémio de melhor curta-metragem europeia de 2017 nos European Film Awards.

Esta é a terceira vez em cinco anos que um filme português conquista o Urso de Ouro na competição de curtas-metragens do Festival de Berlim. Há um ano, Leonor Teles ganhou o Urso de Ouro na mesma categoria com a curta-metragem "Balada de Um Batráquio". O primeiro a merecer essa distinção foi João Salaviza com "Rafa" (2012).

por
publicado 19:01 - 18 fevereiro '17

Recomendamos: Veja mais Artigos de Curta-metragem