Disney compra ativos de cinema e televisão da 21st Century FOX

Box Office  

Disney compra ativos de cinema e televisão da 21st Century FOX

O negócio apresentado oficialmente por ambas as partes envolve valores na ordem dos 52 mil milhões de dólares.

A Disney vai comprar grande parte dos ativos da 21st Century Fox, num negócio apresentado oficialmente esta quinta-feira por Bob Iger e Rupert Murdoch, presidentes executivos das duas empresas

Os ativos em causa foram avaliados em 66,1 mil milhões de dólares, a que serão descontadas dívidas que ascendem a 13,7 mil milhões. O resultado é um valor de 52,4 mil milhões de dólares que passará de mão através da troca de ações entre os dois grupos empresariais.

Após o fim do processo, os acionistas da 21th Century Fox passam a ser detentores de 25% das ações da Disney que, por seu turno absorverá os negócios de produção e distribuição de cinema e televisão da FOX, os canais por cabo que incluem o FX e FXX, a National Geographic, os canais FOX internacionais e as participações de 39% nos canais Sky do Reino Unido (que a médio prazo se converterão no controlo acionista do grupo Sky) e ainda 30% no serviço de streaming Hulu. 

De fora ficam a Fox Broadcasting, os dois canais Fox Sports, Fox News, os estúdios Fox em Century City, perto de Los Angeles e 28 estações de televisão locais, nos EUA. Todos estes ativos farão parte de uma nova empresa a criar pela 21st Century Fox que incluirá também, entre outras, publicações como o Wall Street Journal, o The New York Post, ou o Times, de Londres.

A imprensa norte-americana estima que o acordo poderá demorar cerca de ano e meio até ser aprovado pelas autoridades federais.

Em termos práticos, este negócio significa que desaparece um dos seis grandes estúdios de Hollywood. Quer também dizer que o grupo da Walt Disney Company junta o catálogo de cinema da FOX - que inclui marcas como os "X-Men", "Quarteto Fantástico", "Alien", ou "Avatar" - às propriedades intelectuais e talento criativo da Lucasfilm, Pixar e Marvel para constituir o maior conglomerado da história da indústria do entretenimento.

por
publicado 15:42 - 14 dezembro '17

Recomendamos: Veja mais Artigos de Box Office