Doc Lx, dia 8: confissões de um assassino

DocumentárioCinema LatinoMais Cinema  

Doc Lx, dia 8: confissões de um assassino

"El Sicário - Room 164" é uma entrevista a um homem que durante 20 anos se especializou em matar e aplicar torturas, sob as ordens dos narcotraficantes em Juarez, na perigosa fronteira entre os Estados Unidos e o México.

O mais recente filme de Gianfranco Rosi, que no ano passado apresentou "Below Sea Level", tem uma estrutura simples. Num quarto de hotel, uma câmara de vídeo apontada a um homem de cara tapada, que tem um caderno na mão onde desenha e escreve para completar o discurso.

O depoimento tem tanto de descontraído como de aterrador e incómodo. O protagonista foi polícia e desde muito jovem contratado para estar ao serviço dos senhores da droga. Enquanto fala gestícula, desenha e por vezes levanta-se e encena as conversas com os patrões, ou com as vítimas. Um relato idêntico já tinha sido feito pelo matador profissional para uma revista norte-americana, igualmente sob o anonimato.

Este é um homem que nunca foi apanhado, nem pela polícia, nem pelos narcotraficantes, mas tem a cabeça a prémio, no valor de 250 mil dólares. "El Sicario" venceu o prémio da critica internacional no último festival de Veneza e está incluído na competição internacional.

Quinta-feira, 21: "El Sicário" é exibido às 21h00 no grande auditório da Culturgest.

> Ouça áudio reportagem de Lara Marques Pereira

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de DocumentárioCinema LatinoMais Cinema