Dois documentários consagrados no IndieLisboa
"The Ballad of Genesis and Lady Jaye", de Marie Losier, grande vencedor do 8º IndieLisboa

8º IndieLisboa  

Dois documentários consagrados no IndieLisboa

Festival de cinema independente de Lisboa premia uma balada de amor e uma investigação de José Filipe Costa.

"The Ballad of Genesis and Lady Jaye, um documentário rodado pela cineasta experimental Marie Losier, foi distinguido com o Grande Prémio Cidade de Lisboa. O filme aborda os quatro anos de vida em comum de Genesis P-Orridge, músico dos Throbbing Gristle e Psychic TV, e da "performer" Lady Jaye Becker.

A menção honrosa foi atribuída "La BM du Seigneur", um filme que conjuga documentário e ficção sobre a comunidade cigana francesa conhecida por "yéniche", dirigido pelo francês Jean-Charles Hue.

"Morgen", uma comédia do romeno Marian Crisan, produzida por Cristi Puiu ("A Morte do Sr. Lazarescu"), recebeu o prémio distribuição.  filme trata da amizade entre um segurança romeno e um imigrante ilegal turco.

O júri internacional premiou como melhor longa portuguesa “Linha Vermelha”, do português José Filipe Costa. É um documentário sobre outro documentário que o alemão Thomas Harlan realizou em 1975 durante a ocupação da herdade da Torre Bela.

O prémio de melhor curta nacional foi atribuído a “Alvorada Vermelha”, documentário da dupla João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata sobre o Mercado Vermelho de Macau.

O público que marcou presença no festival premiou o documentário franco-suiço de Jean-Stéphane Bron “Cleveland vs Wall Street”, sobre o impatco da crise financeira de 2008 na comunidade de Cleveland.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Festival