Drama cinematográficonas malhas da televisão
Audrey Tautou: a actriz de "O Fabuloso Destino de Amélie"
regressa para encarnar a figura lendária de Coco Chanel

Cinema EuropeuMais Cinema  

Drama cinematográfico
nas malhas da televisão

Mais uma biografia cinematográfica de origem francesa, desta vez dedicada a Coco Chanel, símbolo da alta costura: grandes meios de produção, mas também ideias correntes de televisão

Houve um evidente cuidado no modo como a personagem de Audrey Tautou, em "Coco Avant Chanel", consegue "reproduzir" algumas das poses mais conhecidas da própria biografada. Nesse sentido, há que reconhecer que Tautou consegue manter uma certa fidelidade "fotográfica" às imagens de Coco Chanel (1883-1971), ao mesmo tempo fazendo passar algumas emoções subtis.

Em todo o caso, o filme de Anne Fontaine deixa a sensação sempre pouco agradável de ser um produto televisivo "disfarçado" de cinema. De facto, não basta ter os vestidos certos (mesmo quando são tão belos como os de Chanel) ou os cenários exactos para fazer uma "reconstituição" histórica. Porque aquilo que, em última instância, mais conta é a vida própria das personagens e modo como se destacam de um determinado cenário — foi isso, aliás, que fez de Chanel um símbolo universal da moda e da alta costura.

No fundo, na sua evidente competência profissional, "Coco Avant Chanel" ilustra os limites de um cinema que parece acreditar mais na formatação televisiva do que nas virtudes clássicas do melodrama. É pena, tanto mais que estamos perante um claro exemplo dos grandes recursos de produção que a indústria francesa continua a saber pôr em prática.



COCO AVANT CHANEL
De
Anne Fontaine
com Andrew Tautou, Bennoit Poelvoorde, Alessandro Nivola
Drama
105m
M/12
FRANÇA
2009

                                               
Ouça a crítica de João Lopes


por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema EuropeuMais Cinema