Estoril Film Festival, dia 4:o futuro aqui tão perto
A Terra vista da Lua num filme que explora a distância e a solidão no espaço

Mais CinemaFicção científicaEstoril Film FestivalMais Cinema  

Estoril Film Festival, dia 4:
o futuro aqui tão perto

Vencedor de 4 prémios no festival de Sitges, o filme "Moon - O Outro Lado da Lua", de Duncan Jones, é uma parábola sobre a durabilidade das tecnologias e da condição humana.

O realizador Duncan Jones  desperta desde logo alguma curiosidade, pela herança de genes, ou seja, ser filho de David Bowie é à partida um factor acrescido de interesse.

O facto de ter começado carreira no cinema, pelo género de ficção científica (já realizou uma curta metragem), pode colocá-lo na fasquia dos destemidos, capazes de arriscar quando o mercado parece suportar apenas os grandes investimentos, e o próprio género já conheceu melhores momentos.

Duncan Jones aposta tudo no actor Sam Rockwell, que vai encarnar uma personagem desterrada numa base lunar, que se apercebe que o contrato de trabalho de três anos, prestes a terminar, é também um prazo de validade da sua própria existência.

"Moon - O Outro Lado da Lua", é uma obra cuidada, e tecnicamente irrepreensível, sustentada pelo pressuposto interessante de olhar para um futuro, que afinal não está assim tão longe. Cada vez mais lidamos com prazos de validade, no caso da vida humana, mais extensos, no caso da tecnologia, a tendência é para criar ferramentas sempre na iminência de serem ultrapassadas.

O filme foi exibido no festival de cinema do Estoril e estreia esta semana em Portugal.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaFicção científicaEstoril Film FestivalMais Cinema