Estoril, dia 1: artes em festa

Estoril Film FestivalMais Cinema  

Estoril, dia 1: artes em festa

Mais do que um festival de Cinema, o evento criado por Paulo Branco assume a condição de um ponto de encontro de várias artes a partir do cinema

Música, exposições, masterclasses, encontros com o público e, claro, filmes, são as opções de um festival que traz ao Estoril muitos nomes internacionais.

Lou Reed é o primeiro convidado, com carreira reconhecida no mundo inteiro, a solo ou com os Velvet Underground, mas a música é só uma das artes a que se dedica. Na abertura da 4º edição do Estoril Film Festival, apresenta a exposição Romanticism, composta por fotografias de paisagens naturais que captou ao longo de dois anos, em de várias viagens.

A lista de convidados que chega ao Estoril é extensa e variada. Mathieu Amalric, Stephen Frears, Valeria Golino, Anton Corbjin, Abbas Kiarostami e Otar Iosseliani, são algumas presenças que trazem contributos sobre o cinema.

Mas há também outras participações que refletem o interesse do festival por outras aéreas, como é o caso do pianista Piotr Anderszewski, o chef de cozinha Juan Mari Arzak, o produtor discográfico Manfred Eicher ou o artista plástico Lawrence Weiner.

O festival propõe retrospectivas e homenagens a Kathryn Bigelow, Roman Polawnski, Ruy Duarte de Carvalho, Werner Schroeter e Marisa Paredes. Com um programa repleto de propostas, o Casino do Estoril e o Centro de Congressos parecem já não ser suficientes, por isso o festival alarga a outros espaços, como a Casa das Histórias Paula Rego, o auditório da Boa Nova e o Museu Condes Castro Guimarães.

O festival decorre até dia 14 de Novembro.

Paulo Branco destaca momentos do Festival Estoril
Áudio reportagem de Lara Marques Pereira

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Estoril Film FestivalMais Cinema