Estoril, dia 2: Amalric entre mulheres

Cinema EuropeuMais CinemaEstoril Film FestivalMais Cinema  

Estoril, dia 2: Amalric entre mulheres

É uma figura proeminente do cinema francês, actor requisitado é bem sucedido além fronteiras, e que é também realizador, premiado no último festival de Cannes com o filme "Tournée"

Um drama em tom de comédia, para explorar os sonhos e as frustrações de um produtor de espectáculos, que quer vencer em França, depois de ter conquistado as plateias norte americanas. Um papel que Mathieu Amalric viria a assumir, mas que inicialmente foi escrito a pensar em Paulo Branco, o produtor português, muito popular em França.

O actor/realizador rende-se a imagem deste homem do cinema, que reconhece em Paulo Branco, alguém inspirador, incansável, tantas vezes impossível, alguém capaz de manipular para vencer as batalhas diárias do que significa hoje em dia concluir um filme.

É com entusiasmo que o actor fala da profissão que tem, e da forma como quase por acaso se tornou protagonista frente às cameras. A representação não foi uma escolha inicial, mas acaba por ser um território fértil, em filmes como "Ervas Daninhas", "O Escafandro e a Borboleta", ou mais para trás, enquanto o vilão de "007 - Quantum of Solace".

Mathieu Amalric já esteve no Estoril há dois anos, e nota-se que aceita com prazer regressar a um festival organizado pelo homem que lhe deu inspiração.

"Tournée", passa sábado às 22h, no centro de congressos do Estoril, na presença do actor e realizador, que vai estar disponível para uma conversa com o público.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema EuropeuMais CinemaEstoril Film FestivalMais Cinema