Estoril film festival, dia 5:os projectos de Cronenberg

Mais CinemaEstoril Film FestivalMais Cinema  

Estoril film festival, dia 5:
os projectos de Cronenberg

O cineasta de "Crash" e "A Mosca" é homenageado com uma retrospectiva. Impressões de um encontro com a imprensa.

Cronenberg encontrou o decano dos cineastas em Cannes quando distinguiu "A Carta" com o prémio do júri. "Manooel di Oliveiiira... nem sei se digo o nome de forma correcta".

É este o nome que David Cronenberg conhece do cinema português. Mas entre sorrisos tímidos explica "que é um cinema que não consegue ver na América do Norte. Os filmes não são exportados para aquele mercado. O que é uma pena..."

Na conversa com os jornalistas, fala da paixão que é "Cosmopolis". O livro foi-lhe oferecido por Paulo Branco, e ficou tão encantado com aquela descrição cinematográfica que escreveu um argumento em seis dias.

O futuro passa por vários filmes em carteira. Desde o projecto com Paulo Branco - ainda elaboram orçamentos, procuram locais para rodagem e actores - até "The Talking Cure" - este será um filme que vai até às raízes da psicoanálise e de Freud.

E no meio de perguntas sobre efeitos especiais e a nova Hollywood tem tempo para relembrar que um filme "faz-se mesmo sem conseguir explicar porquê. Apenas se faz. É um projecto que tem dois anos de duração por isso quando se começa tem de haver profunda ligação, energia, excitação".

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaEstoril Film FestivalMais Cinema