Filmes de Cristèle Alves Meira e João Gonzalez na Semana da Crítica de Cannes
"Alma Viva", filme de Cristèle Alves Meira.

Cannes 2022  

Filmes de Cristèle Alves Meira e João Gonzalez na Semana da Crítica de Cannes

"Alma Viva" e "Ice Merchants" integram a seleção hoje apresentada.

Artigo recomendado:
Filmes de Cristèle Alves Meira e João Gonzalez na Semana da Crítica de Cannes
Cinema Português
Cannes 2022: "Fogo-Fátuo" de João Pedro Rodrigues na Quinzena dos Realizadores O novo filme do cineasta português é um dos 23 anunciados hoje no alinhamento da secção.

"Alma Viva", primeira longa-metragem da realizadora franco-portuguesa Cristèle Alves Meira, estará em competição na Semana da Crítica, secção paralela ao Festival de Cannes. Entre os títulos anunciados esta manhã encontra-se também a curta-metragem "Ice Merchants", de João Gonzalez.

"Alma Viva" fala do regresso da pequena Salomé à aldeia da sua família, durante as férias de verão. Quando a sua amada avó morre subitamente e os adultos discutem por causa do funeral, a jovem é assombrada pelo espírito da mulher que foi considerada uma bruxa. A realizadora regressa pela quarta vez à Semana da Crítica após três curtas, "Sol Branco", "Campo de Víboras" e "Tchau Tchau".

A curta “Ice Merchants”, terceiro filme de João Gonzalez e primeira animação portuguesa a integrar esta seleção, sucede a “Nestor” e “The Voyager”, premiados noutros festivais. Relata como um homem e o seu filho saltam de pára-quedas todos os dias, da sua casa fria e vertiginosa presa no alto de um precipício, para se deslocarem à aldeia que se situa na planície abaixo, onde vendem o gelo que produzem durante a noite.

Nas sessões especiais da mesma secção será ainda exibida a co-produção luso-francesa "Tout le monde aime Jeanne", primeira longa de Céline Devaux.

A 61ª edição da Semana da Crítica decorre em simultâneo com o Festival de Cannes, de 17 a 28 de maio. Este ano, o júri é presidido pela cineasta tunisina Kaouther Ben Hania.

Organizada pelo Sindicato Francês da Crítica de Cinema, dedica-se à descoberta de jovens talentos.

Em 2019, teve um vencedor português, "Diamantino", longa metragem de ficção de Daniel Schmidt, Gabriel Abrantes.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2022