Florbela Espanca, um retrato intimista
Dalila Carmo interpretando Florbela Espanca numa fase em esteve divorciada da escrita.

Cinema Português  

Florbela Espanca, um retrato intimista

Afastado da tradicional biografia, Vicente Alves do Ó traz ao cinema uma vertente menos explorada de Florbela Espanca. Através de um olhar sensual, o realizador e argumentista filmou a paixão e a inquietação da poetisa.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Florbela Espanca, um retrato intimista
Florbela Num Portugal atordoado pelo fim da I República, Florbela (Dalila Carmo) separa-se de forma violenta de António (José Neves). Apaixonada por Mário Lage (Albano Jerónimo), refugia-se num novo casamento para encontrar estabilidade e escrever, mas a vida de esposa na província não é conciliável com sua alma inquieta. Não consegue escrever nem amar. Ao receber uma carta do irmão Apeles (Ivo Canelas), ...
Cinemax Rádio:
Outros Áudios
Antevisão "Florbela"

Uma conversa entre amigos, sobre figuras históricas portuguesas, foi o ponto de partida para “Florbela”. Vicente Alves do Ó decidiu filmar um dos nomes da poesia que ainda não tinha sido adaptado à sétima arte, e cuja imagem era tida como uma verdade absoluta.

Entrar na vida de Florbela Espanca, ao ler as cartas da poetisa, foi um processo de descoberta para o cineasta. Vicente Alves do Ó encontrou uma mulher "que adorava sair, adorava moda, chapéus, frequentar a vida social, muito atenta a situação politica do momento e atenta aos outros". Para o realizador, Florbela Espanca "era uma mulher do mundo, que tinha sede do mundo".

O filme "Florbela" remete para um período da vida da poetisa: "a fase em que Florbela Espanca tem pouca actividade de escrita e em que a família está virada de costas para ela, porque já vai no terceiro casamento". O realizador optou por rodar o universo emocional de Florbela Espanca com a intenção de "chegar à essência da escritora". A longa-metragem representa para Vicente Alves do Ó o período mais difícil da vida da poetisa

Protagonizado por Dalila Carmo, o argumento do filme foi escrito por Vicente Alves do Ó com a actriz como a escolha inicial para o papel de Florbela Espanca. Rodar algumas das cenas, na terra natal da poetisa, Vila Viçosa, era outro dos imperativos do cineasta, também alentejano, mas de Sines.

"Florbela" conta ainda no elenco principal com a participação de Albano Jerónimo, Ivo Canelas, José Neves e Rita Loureiro. A segunda-longa metragem de Vicente Alves do Ó, conta com um primeiro percurso comercial em Lisboa e no Porto, vai ainda percorrer mais de cinquenta cidade do país até ao final de maio.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português