Florbela será exibido em 54 cidades

Cinema Português  

"Florbela" será exibido em 54 cidades

O filme de Vicente Alves do Ó será distribuído de forma descentralizada e numa tournée que começa a de 8 de março. Veja o trailer.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Florbela será exibido em 54 cidades
Florbela Num Portugal atordoado pelo fim da I República, Florbela (Dalila Carmo) separa-se de forma violenta de António (José Neves). Apaixonada por Mário Lage (Albano Jerónimo), refugia-se num novo casamento para encontrar estabilidade e escrever, mas a vida de esposa na província não é conciliável com sua alma inquieta. Não consegue escrever nem amar. Ao receber uma carta do irmão Apeles (Ivo Canelas), ...

O novo filme do realizador Vicente Alves do Ó, "Florbela", sobre a escritora Florbela Espanca, estreará a 8 de março, Dia Internacional da Mulher, com exibição garantida em pelo menos 54 cidades.

O realizador optou por ser ele a levar o filme às salas de cinema, para permitir que esteja em exibição mais do que duas semanas: "Esta foi a forma escolhida para distribuir o filme por ser a única que nos permite tê-lo em exibição mais do que duas semanas em sala de cinema", sublinhou.

A produtora Pandora Cunha Telles esclareceu à agência Lusa que terá reuniões com duas distribuidoras para assegurar a exibição também no circuito comercial. "Juntar o sistema comercial das grandes cidades com o sistema itinerante e alternativo do interior do país, é a unica forma de o cinema português chegar ao seu público", disse a produtora.

O realizador Vicente Alves do Ó não quer que "Florbela" "corra o risco de não ser visto" e por isso optou for fazer o mesmo que João Botelho fez
com "Filme do Desassossego", levando-o a salas de cinema do litoral ao interior, de norte a sul do país e ilhas.

"Com o 'Florbela' vou ser realizador, portador do filme, projecionista, mas sinto-me muito feliz com isso porque esta é a única maneira de dar o
filme a conhecer", observou o realizador.

Pandora Cunha Telles também defendeu a necessidade de as distribuidoras de cinema encontrarem um "ponto de equilíbrio" na distribuição dos filmes
portugueses.

A operação de divulgação do filme, que retrata a obra e a vida, nem sempre fácil ou calma, da poetisa nascida em Vila Viçosa, começa no dia 16 de fevereiro, quando os atores Dalila Carmo e Ivo Canelas participarem no Palácio Galveias, em Lisboa, numa sessão de poesia que pretende dar a conhecer Florbela Espanca, disse Pandora Cunha Telles.

A iniciativa estender-se-á às bibliotecas municipais de Telheiras e do Camões, em Lisboa, onde decorrerão eventos com leitura de poemas e um passatempo sobre a escritora, cujo prémio será entregue ao vencedor na antestreia do filme.

"Leia Florbela, veja o filme e, se não vir o filme, leia sempre Florbela" é, segundo Pandora Cunha Telles, o mote para estas iniciativas de poesia.

O filme, que Vicente Alves do Ó estreia depois da longa-metragem "Quinze Pontos na Alma", tem exibição assegurada até ao final de maio em 54 cidades.

São elas Lisboa, Porto, Gaia, Viana do Castelo, Ponte da Barca, Braga, Santo Tirso, Bragança, Guimarães, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Aveiro, Ílhavo, Figueira da Foz, Coimbra, Lousã, Arganil, Covilhã, Castelo Branco, Portalegre, Torres Novas, Leiria, Alcobaça , Caldas da Rainha, Torres Vedras, Cascais, Almada, Barreiro, Setúbal, Odemira, Ourique, São Brás de Alportel, Castro Marim, Portel, Alvito, Viana do Alentejo, Évora, Campo Maior, Viseu , Baião, Felgueiras, Chaves, Paredes de Coura, Esposende, Manteigas, Mortágua, Abrantes, Odivelas, Sines, Grândola, Beja, Faro, Ponta Delgada e Tomar.

Antes deste périplo, o filme terá antestreia no cinema São Jorge, em Lisboa, no dia 28 de fevereiro.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português