Foram divulgados os candidatosaos Prémios do Cinema Europeu

Cinema Europeu  

Foram divulgados os candidatos
aos Prémios do Cinema Europeu

Já é conhecida a lista dos filmes que poderão ser nomeados para os prémios atribuídos pela Academia Europeia de Cinema: a sua atribuição está marcada para 12 de Dezembro

A Academia Europeia de Cinema divulgou os títulos dos filmes candidatos às nomeações para os Prémios do Cinema Europeu. Entre os mais conhecidos, ou mais polémicos, incluem-se "Antichrist", de Lars von Trier, "Abraços Desfeitos", de Pedro Almodóvar, e "Quem Quer Ser Bilionário?", de Danny Boyle. São, ao todo, 48 filmes provenientes de 25 países europeus, incluindo ainda Israel (títulos em inglês, quando não estreados em Portugal):

> "Antichrist", Lars von Trier (Dinamarca); "33 Scenes From Life" Malgoska Szumowska (Polónia/Alemanha); "Abraços Desfeitos", Pedro Almodóvar (Espanha); "Everyone Else", Maren Ade (Alemanha); "Father's Acre", Viktor Oszkar Nagy (Hungria); "O Complexo Baader Meinhof", Uli Edel (Alemanha); "The Bone Man", Wolfgang Murnberger (Áustria); "Brothers", Igaal Niddam (Suíça); "Camino", Javier Fesser (Espanha); "Coco Avant Chanel", Anne Fontaine (França); "Dogtooth", Yorgos Lanthimos (Grécia); "Eastern Plays", Kamen Kalev (Bulgária); "Everlasting Moments", Jan Troell (Dinamarca/Suécia); "Fish Tank", Andrea Arnold (Reino Unido); "The Girl With The Dragon Tattoo", Niels Arden Oplev (Suécia); "It All Begins At Sea", Eitan Green (Israel); "Jerichow", Christian Petzold (Alemanha); "Jaffa", Keren Yedaya (França/Israel/Alemanha); "Kisses", Lance Daly (Irlanda); "Deixa-me Entrar", Tomas Alfredson (Suécia); "Little Soldier", Annette K. Olesen (Dinamarca); "Loft", Erik Van Looy (Bélgica); "Looking For Eric", Ken Loach (Reino Unido/França); "A Matter Of Heart", Francesca Archibuqi (Itália); "Max Manus", Espen Sandberg & Joachim Ronning (Noruega); "Almoço de 15 de Agosto", Gianni Di Gregorio (Itália); "No One's Son", Arsen Anton Ostojic (Croácia); "North", Rune Denstad Langlo (Noruega); "Paper Soldier", Alexey German Jr. (Rússia); "Pandora's Box", Yesim Ustaoqlu (Turquia/França/Alemanha/Bélgica); "Police, Adjective", Corneliu Porumboiu (Roménia); "A Prophet", Jacques Audiard (França); "O Leitor", Stephen Daldry (Alemanha); "Return To Hansala", Chus Gutierrez (Espanha); "Séraphine", Martin Provost (França); "Quem Quer Ser Bilionário?", Danny Boyle (Reino Unido); "Sweet Rush", Andrzej Wajda (Polónia); "Tears Of April", Aku Louhimies (Finlândia); "Terribly Happy", Henrik Ruben Genz (Dinamarca); "The Time that Remains", Elia Suleiman (França); "Tobruk", Vaclav Marhoul (República Checa); "The Tour", Goran Markovic (Sérvia/Bósnia & Herzegovina/Croátia/Eslovénia); "Vincere", Marco Bellocchio (Itália); "Welcome", Philippe Lioret (França); "The White Ribbon", Michael Haneke (Alemanha/Áustria/França/Itália); "Winter In Wartime", Martin Koolhoven (Holanda); "Woman's Way - Strella", Panos H. Koutras (Grécia); "Wrong Rosary", Mahmut Fazil Coskun (Turquia).

Esta lista foi obtida a partir de votos das 20 delegações nacionais da Academia com mais membros (que escolheram um filme do seu próprio país); a escolha foi alargada através de títulos seleccionados por um comité especial, formado pelos membros da direcção da Academia e quatro especialistas convidados: Gunnar Bergdahl (Suécia), Stefan Kitanov (Bulgária), Derek Malcolm (Reino Unido) e Nikolaj Nikitin (Alemanha).

Será a partir desta lista que os cerca de 2 mil membros da Academia votarão para as nomeações nas várias categorias, incluindo Melhor Filme Europeu do ano. A divulgação das nomeações ocorrerá a 7 de Novembro, no âmbito do Festival de Cinema de Sevilha. Os prémios serão anunciados em cerimónia a realizar na cidade alemã de Bochum, a 12 de Dezembro.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Europeu