Girls Just Wanna Have Fun
O realizador Joaquim Leitão dirige a actriz Leonor Seixas

RodagemCinema Português  

Girls Just Wanna Have Fun

O livro "Sei Lá", escrito por Margarida Rebelo Pinto e editado em 1999, serve a Joaquim Leitão para recuperar no cinema um tempo em que o país estava eufórico e acreditava no futuro. O realizador rodeia-se de personagens femininas e das histórias que têm para contar, numa Lisboa glamorosa e sedutora.

Num hotel de design, que já foi em tempos morada da RTP, na Avenida 5 de Outubro, o aparato revela a presença da equipa de filmagens. O bar irá servir uma cena passada no restaurante e num dos quartos, decorre uma cena mais íntima à qual não temos acesso.

Na recepção do Hotel, chegam os figurantes e outros actores do elenco principal, como Ana Rita Clara, apresentadora de televisão, que já fez novela e que se estreia em cinema. Ela é a Luísa, uma das quatro amigas do livro “Sei Lá”, romance sobre os amores e as frustrações do sexo feminino.

Faz lembrar o Sexo e a Cidade? "Faz sim!" - responde a jovem actriz, acrescentando que o livro veio antes da série televisiva, e os mistérios do universo feminino são ainda mais intemporais!

Apesar das comparações com as histórias das quatro amigas em Nova Iorque, é preciso saber ver as diferenças: estas são quatro mulheres de Lisboa, e preferem um bom vinho a um Cosmopolitan!

Os direitos do best-seller de Margarida Rebelo Pinto estão na mão do produtor Tino Navarro há vários anos, e agora foram confiados ao realizador Joaquim Leitão, que viu uma nova oportunidade de trabalhar o universo feminino mas desta vez assumindo o tom de comédia.

O realizador admite que gosta de fazer filmes sobre o que o intriga e as mulheres, confessa, continuam a intrigá-lo. De qualquer forma, esta é a visão de Joaquim Leitão sobre o livro, e poderá resultar numa aproximação, mais do que uma adaptação.

No centro da história está Madalena interpretada por Leonor Seixas, uma jornalista em Lisboa, com 30 anos e a viver algumas turbulências amorosas.

Joaquim Leitão sublinha que a época retratada pelo livro, o final da década de 90, é um tempo de preocupações ligeiras, quando todo o contexto social e económico que envolvia o país, parecia animador e de sucesso. A Expo tinha sido uma grande festa e todos acreditavam que o futuro era próspero e risonho, por isso só restavam para resolver, os problemas pessoais, e neste grupo de mulheres, os problemas amorosos.

À volta de Madalena estão as amigas, Luísa (Ana Rita Clara), Catarina (Gabriela Barros), Mariana (Patrícia Bull), e no conjunto elas são o retrato de um tempo, que Joaquim Leitão decidiu assumir. O filme procura o glamour e o espírito positivo da época, porque segundo o realizador, não seria plausível pegar na história e fazê-la nos dias de hoje, quando todos estamos num presente mais incerto e menos otimista.

Nesta história de mulheres, também há lugar para os homens, como António Pedro Cerdeira, que faz a personagem de um agente da SIS que se envolve com Madalena, mas tem uma missão secreta para cumprir. O actor destaca na história de "Sei Lá", a força deste grupo de 4 mulheres, e um universo que está bem construído.

O livro foi um sucesso de vendas em Portugal, e o filme vai seguramente tentar repetir o êxito, em tom de comédia ligeira, um género raro na cinematografia nacional.

A estreia está prevista para 2014.

por
publicado 22:39 - 12 novembro '13

Recomendamos: Veja mais Artigos de RodagemCinema Português