Haneke, o príncipe das Asturias

Cinema Europeu  

Haneke, o príncipe das Asturias

Michael Haneke soma uma prestigiada distinção à Palma de Ouro, ao Oscar de filme estrangeiro e ao prémio de melhor filme europeu.

Michael Haneke, dramaturgo, escritor e cineasta consagrado com o Oscar de melhor filme estrangeiro com "Amor", foi homenageado na quinta-feira com o Prémio Príncipe das Astúrias das Artes.

O júri definiu o artista austríaco nascido na Alemanha como "um
a referência de capital cinema do nosso tempo" e destacou a sua capacidade de explorar os aspetos mais sombrios da existência como "violência, opressão e doença."

"É uma alegria e um prazer ser homenageado com extraordinário
prémio de uma nação cultural como a Espanha ", disse Haneke num comunicado. "Estou profundamente animado e espero ser merecedor dessa grande homenagem através do meu trabalho futuro. "

Haneke, 71 anos , lançou-se no cinema com "O Sétimo Continente" (1989), uma análise auto-destrutiva feroz de uma família vienense da classe média.

O reconhecimento internacional começou a surgir
em 1997 com "Funny Games", um jogo macabro de horror e humilhação.

Em 2001, "O Pianista", baseado no romance homónimo do prémio Nobel da Literatura Elfriede Jelinek, venceu o grande prémio do júri no Festival de Cinema de Cannes.

A primeira Palma de Ouro chegaria com "Laço Branco", um filme que retrata a vivência social uma aldeia protestante na Alemanha nos anos que antecedem a I Guerra Mundial.

Com seu mais recente filme, "Amor" (2012), um retrato do incondicional do amor verdadeiro e da desolação e desespero perante a deterioração física na velhice, Haneke venceu novamente a Palma de Ouro no Festival de Cannes e ainda foi consagrado com o Oscar de melhor filme em língua estrangeira e o prémio de melhor filme europeu de 2012.

Além do cinema, Haneke diversifica a sua atividade artística: recentemente dirigiu a encenação da ópera "Cosi Fan Tutte", no Teatro Madrid Real.

O prémio das Artes foi o primeiro dos oito prémios Príncipe de Astúrias concedidos este ano. Na próxima semana surgirão os premiados nas áreas de Ciências Sociais, Comunicação, Humanidades, Investigação Científica e Técnica, Letras, Cooperação International, Desportos e Concórdia.

Cada um dos
prémios, criados em 1981, está avaliado em 50.000 € ($65,000). A entega acontecerá em outubro, em Oviedo, numa cerimónia presidida pelos príncipes de Astúrias, Felipe de Borbón e Letizia Ortiz, herdeiros da Côroa espanhola.

por
publicado 20:27 - 09 maio '13

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Europeu