J`accuse - O Oficial e o Espião lidera nomeações para os César da Academia Francesa

Cinema Europeu  

"J`accuse - O Oficial e o Espião" lidera nomeações para os César da Academia Francesa

O filme de Roman Polanski está nomeado em 12 categorias, uma mais do que "Os Miseráveis" e "La Belle Époque".

O flme "J'accuse - O Oficial e o Espião", de Roman Polanski, cuja estreia foi abalada por mais uma acusação de violação contra o realizador franco-polaco, lidera as nomeações para os prémios César 2020, da Academia Francesa de Cinema. Seguem-se "Os Miseráveis", de Ladj Ly, e "La Belle Époque", de Nicola Bedos, com onze nomeações cada.

"Aos Prémios César não cabe ter posições morais", disse o presidente da Academia Alain Terzian, questionado sobre Roman Polanski após o anúncio das nomeações. "Se não estou enganado, 1,5 milhões de franceses foram ver o filme. Questione-os", acrescentou.

O thriller histórico sobre o caso Dreyfus está nomeado nas categorias rainhas de melhor realizador e melhor filme, ao lado de "Misérables" de Ladj Ly, "Grâce à Dieu" de François Ozon, ou "Retrato de Uma Rapariga em Chamas", de Céline Sciamma.

Os atores Jean Dujardin em "J'accuse - O Oficial e o Espião", Daniel Auteuil em "La Belle Époque", Damien Bonnard em "Les Misérables", Vincent Cassel e Reda Kateb em "Especiais", Melvil Poupaud em "Graças a Deus" e Roschdy Zem em "Roubaix, une lumière" são os finalistas na categoria de melhor ator. Para o prémio César de melhor atriz, foram nomeadas Adèle Haenel e Noémie Merlant em "Retrato de Uma Rapariga em Chamas" que vão enfrentar Anaïs Demoustier em "Alice e o Presidente", Eva Green em "Proxima", Chiara Mastroianni em "Quarto 212", Doria Tillier em "La Belle Époque" e Karin Viard em "Sweet Song".

A entrega dos prémios terá lugar a 28 de fevereiro, em Paris.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Europeu