Kika Magalhães, portuguesa em filme de terror

Mais Cinema  

Kika Magalhães, portuguesa em filme de terror

No filme "Os Olhos da Minha Mãe", de Nicolas Pesce, a atriz de Famalicão compõe uma personagem de raízes portuguesas, que come cabidela e dança ao som de Amália Rodrigues.

Artigo recomendado:
Kika Magalhães, portuguesa em filme de terror
Mais Cinema
Kika, a portuguesa revelada em Sundance De Famalicão até Sundance foi um passo rápido. Kika Magalhães tornou-se numa estrela a seguir depois de ter conquistado a crítica no mais ...

A história de Kika Magalhães é semelhante à de muitas outras jovens actrizes que sonham vencer no mundo do cinema. Saiu de Famalicão à procura do caminho do sucesso. Teve pequenas participações em séries televisivas como "Morangos com Açúcar" e "Diário de Sofia", mas rumou a Londres e depois Barcelona, onde teve vários trabalhos dispersos, em restaurantes e cafés e até mesmo como assistente num consultório de dentista.

Há cinco anos, mudou-se para Nova Iorque, decidida a estudar e trabalhar, mas sem ter visto para permanecer no país,e sem saber sequer onde iria ficar instalada.

Mais uma vez foi posta à prova, com inúmeros trabalhos apenas para pagar as contas, até conseguir uma participação num vídeo clip dirigido por Nicolas Pesce. Foi assim que conseguiu captar a atenção do realizador, que mais tarde a chamou para o papel principal em "Os Olhos da Minha Mãe".

Kika confessa que estava a atravessar um mau momento e aceitou o trabalho no vídeo clip porque o cachê daria para se alimentar por uma semana. Ainda não imaginava que podia estar a abrir uma porta para o sucesso.

Depois da passagem pelo Festival de Sundance, Kika mudou de agente, mudou  para Los Angeles, mudou o estatuto de total desconhecida para ser uma atriz que a crítica especializada gostou de ver.



No filme "Os Olhos da Minha Mãe", Kika Magalhães compõe a personagem de Francisca, uma criança que sofre um trauma e que irá crescer solitária, carente e capaz de cometer as maiores atrocidades em busca de afeto e companhia.

O facto da actriz ser portuguesa, chamou à atenção do realizador Nicolas Pesce, que ficou apaixonado com a sonoridade da língua e propôs que a personagem dissesse algumas frases em português e estivesse agarrada às memórias da mãe, através da música de Amália Rodrigues.

O papel exigiu ainda que Kika Magalhães mergulhasse em filmes de terror para dar um contexto à personagem e em histórias de vários assassinos famosos, como Ted Bundy. A Francisca do filme, não é uma assassina em série mas alguém que por força das circunstâncias não tem capacidade de discernir entre o que está certo ou errado.

Kika Magalhães deu vida a uma personagem perturbadora e misteriosa. Ficamos à aguardar os próximos capítulos da actriz portuguesa em Hollywood.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema