Mais oito filmes e júri completo
Bernard-Henri Lévy em Benghazi com os rebeldes: o filósofo coloca a revolta árabe em Cannes.

Cannes 2012  

Mais oito filmes e júri completo

Festival adicionou novos filmes na selecção oficial e revelou jurados que acompanham Nanni Moretti.

Artigo recomendado:
Mais oito filmes e júri completo
Cannes 2012
Cannes 2012: seleção oficial integral Cinco filmes produzidos nos Estados Unidos e quatro realizadores premiados com Palma de Ouro destacam-se na competição.

O Festival de Cannes anunciou a seleção de um documentário sobre a guerra na Líbia, "Le Serment de Tobrouk/O Juramento de Tobrouk", realizado pelo filósofo Bernard-Henri Lévy, que será apresentado em sessão especial no dia 25 de maio.

O documentário, filmado durante os oito meses do conflito que resultou na queda do ex-ditador Mouammar Kadhafi, acompanha um grupo de personagens na Líbia, em Paris, Londres e Nova York. A direção do Festival pretende lembrar a situação líbia para protestar contra a violência na Síria.

O presidente do Festival Gilles Jacob, e o diretor artístico Thierry Frémaux salientaram que filme torna mais revoltante o que ocorre hoje na Síria de Bachar al-Assad.

Bernard Henri Lévy influenciou diretamente o governo francês a posicionar-se junto dos revoltosos libaneses e a convencer a comunidade internacional a criar uma zona de exclusão aérea para bloquear os ataques das forças fiéis a Kadhafi. O filósofo deverá participar do festival com quatro protagonistas do filme, pretendendo, com esta ação, "homenagear os líbios e transmitir esperança aos sírios.”

Seleção oficial: sete novos filmes 

Um documentário sobre o lixo, um musical sobre um grupo de cantores aborígenes e o remake da história de um assassino em série surgem entre os sete filmes adicionados à programação do Festival de Cannes.

"Trashed", da diretora britânica Candida Brady terá uma exibição especial, enquanto o australiano Wayne Blair lançará "The Sapphires", sobre um grupo musical aborígene, e Franck Kahlfoun exibirá "Maniac", um remake do filme homónimo da década de 1980, em 3D e com o ator Elijah Wood ("O Senhor dos Anéis") no elenco.

Na secção Un Certain Regard foram adicionados três novos filmes em competição: "Djeca", de Aida Begic, da Bósnia-herzegovina; "Gimme the Loot", primeira obra do norte-americano Adam Leon, e o filme francês "Renoir", de Gilles Bourdos, que será projetado na sessão de encerramento.

Jean Paul Gaultier e Ewan McGregor no júriO actor escocês Ewan McGregor, o realizador norte-americano Alexander Payne e o estilista francês Jean Paul Gaultier vão integrar o júri da 65ª edição do Festival de Cannes.

Ewan McGregor regressa a Cannes onde esteve com "Trainspotting" e com "Moulin Rouge". Alexander Payne, realizador de "Os Descendentes", também já esteve no festival, em 2002, com "As Confissões de Schmidt". Jean Paul Gaultier está associado ao guarda-roupa de muitos filmes, destacando-se os trabalhos realizados com o espanhol Pedro Almodóvar.

A estes nomes juntam-se ainda a realizadora britânica Andrea Arnold, que venceu por duas vezes o Prémio do Júri em Cannes com "Sinal de Alerta" (2006) e "Aquário" (2009), a atriz e realizadora palestiniana Hiam Abbass, a atriz francesa Emmanuelle Devos, a atriz alemã Diane Kruger e o realizador haitiano Raoul Peck.

O júri é presidido por Nanni Moretti.

por
publicado 01:36 - 07 maio '12

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2012