Melodrama francês filmaos bastidores do próprio cinema

Mais CinemaCinema Europeu  

Melodrama francês filma
os bastidores do próprio cinema

Dominado por um grande actor, Louis-Do de Lencquesaing, "O Pai dos Meus Filhos" propõe-nos uma visão pouco comum das pessoas que trabalham em cinema.

Se outras razões não houvesse para descobrir o filme "O Pai dos Meus Filhos", de Mia Hansen-Love, bastaria um grande actor: Louis-Do de Lencquesaing interpreta, num misto de naturalidade e mistério, a personagem de um produtor de cinema que, sob a capa das rotinas profissionais e familiares, esconde uma dramática pulsão suicida.

O filme, aliás, vale antes do mais pela capacidade de mostrar os bastidores da produção cinematográfica sem ceder a nenhum desses clichés (quase sempre televisivos) que reduzem o trabalho dos filmes a anedotas mais ou menos pitorescas protagonizadas por estrelas com pés de barro.

Por uma vez, o cinema é-nos apresentado como um mundo de gente realmente viva onde, como em qualquer outras área profissional, há toda uma complexa actividade de organização e execução.

"O Pai dos Meus Filhos" reflecte, afinal, o empenho de alguma produção francesa contemporânea em não deixar morrer o melhor da tradição melodramática. E por duas vias fundamentais: por um lado, observando a dinâmica das transformações sociais; por outro lado, retratando os espaços familiares para além dos maniqueísmos geracionais ou afectivos, procurando a irredutibilidade de cada personagem.

 


Poster de «O Pai dos Meus Filhos»

O PAI DAS MINHAS FILHAS

Canvel Gregório é um homem carismático e na sua vida nada parece falhar: uma mulher que ama, três filhos encantadores e um trabalho gratificante como produtor de cinema. Mas quando a sua produtora, a Moon Films, se revela em risco de falência, tudo parece desabar à sua volta e a sua confiança, até aí quase inabalável, desmorona-se.

De Mia Hansen-Love com Louis-Do de Lencquesaing, Chiara Caselli, Alice de Lencquesaing; Drama; 110m; M/12; ALE, FRA; 2009

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaCinema Europeu