Morreu Jane Powell, ícone do musical de Hollywood
Jane Powell, com Howard Keel, no clássico "Sete Noivas para Sete Irmãos" (1954)

Obituário  

Morreu Jane Powell, ícone do musical de Hollywood

É uma das figuras emblemáticas de "Sete Noivas para Sete Irmãos", musical clássico produzido pela Metro Goldwyn Mayer: Jane Powell faleceu aos 92 anos de idade.

Jane Powell nunca foi uma estrela da linha da frente de Hollywood, mas poucas actrizes podem simbolizar como ela a criatividade e a iconografia da idade de ouro do musical: a actriz americana faleceu no dia 16 de setembro em Wilton, Connecticut, de causas naturais — contava 92 anos.

Descoberta num concurso de canto, acumulando uma importante experiência teatral na sua juventude, muito cedo integrou a "fábrica de sonhos" de Hollywood: tinha apenas 14 anos quando assinou o seu primeiro contrato, com a Metro Goldwyn Mayer. Entre os títulos que foram consolidando a sua imagem incluem-se "Festival no México" (1946), de George Sidney, "Festa no Brasil" (1950), de Robert Z. Leonard, e "Casamento Real" (1951), de Stanley Donen, neste último partilhando o protagonismo com Fred Astaire.

O título central da sua filmografia é "Sete Noivas para Sete Irmãos" (1954), com um elenco em que surgiam, entre outros, Howard Keel, Russ Tamblyn e Julie Newmar. Rodado em esplendoroso CinemaScope, o filme, também dirigido por Donen, é tradicionalmente reconhecido como um momento de excelência na história das coreografias do género musical [video: "The Barn Dance]. Adolph Deutsch e Saul Chaplin foram consagrados nos Óscares atribuídos em 1955, vencendo a categoria de melhor banda sonora.


Como aconteceu com outros actores e actrizes da mesma geração, a sua carreira foi-se desvanecendo ao longo das décadas de 50/60, a partir daí predominando os trabalhos televisivos. Voltou a ser dirigida por Donen, ainda em 1954, em "Bem no Meu Coração". Num registo bem diferente, participou num dos títulos clássicos da produção de Série B: "A Ilha dos Homens Selvagens", contracenando com Dana Andrews, sob a direcção de Allan Dwan [cartaz].

A partir de meados dos anos 60, regresso aos palcos, tendo participado, por exemplo, em "revivals" de "My Fair Lady" (1969), "Brigadoon" (1973) e também "Sete Noivas para Sete Irmãos" (1978). Em televisão, a sua derradeira interpretação ocorreu em 2002, num episódio de "Lei & Ordem: Unidade Especial".

por
publicado 16:32 - 19 setembro '21

Recomendamos: Veja mais Artigos de Obituário