Música   cinema   teatro
David Byrne, ou os Talking Heads filmados por Jonathan Demme

Mais cinema  

Música + cinema + teatro

Entre os muitos títulos actualmente disponíveis nas plataformas de streaming, reapareceu "Stop Making Sense", um dos clássicos do "filme-concerto" — são os Talking Heads filmados por Jonathan Demme.

Na actual situação de confinamento, dir-se-ia que cada um de nós tem a oportunidade de refazer a sua própria história enquanto espectador. Dito de outro modo: reaparecem títulos mais ou menos clássicos, mais ou menos raros, ajudando-nos a completar o puzzle dos mais variados capítulos das memórias do cinema.

Exemplo feliz, actualmente na plataforma Filmin, é "Stop Making Sense" (1984), uma das referências fulcrais na história das relações do cinema como a música popular e, mais concretamente, com as performances ao vivo — trata-se de uma magistral realização de Jonathan Demme, a partir de quatro concertos dos Talking Heads no Hollywood Pantages Theatre, em dezembro de 1983.

A banda de David Byrne andava em digressão, promovendo o seu quinto álbum de estúdio, "Speaking in Tongues" (lançado em junho do mesmo ano). O que quer dizer que redescobrimos aqui canções como "Burning Down the House" ou "This Must Be the Place (Naive Melody)", a par de temas já então clássicos como "Psycho Killer" [video] ou "Once in a Lifetime".


Em qualquer caso, isto não é um best of... Se "Stop Making Sense" entrou para a história, tal resulta da capacidade de Demme tirar o melhor partido da vocação teatral da própria banda (e, muito em particular, da "eléctrica" elegância de Byrne), consumando um projecto que supera, ponto por ponto, as regras correntes na época de registo de concertos — em resumo, um genuíno clássico, cinematográfico & musical.

por
publicado 03:15 - 24 abril '20

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema