Nuri Bilge Ceylan consagrado com Palma de Ouro
Nuri Bilge Ceylan recebe a Palma de Ouro de Quentin Tarantino e Uma Thurman.

Cannes 2014  

Nuri Bilge Ceylan consagrado com Palma de Ouro

O júri da 67ª edicão do maior festival de cinema do mundo consagrou o cineasta turco Nuri Bilge Ceylan: "Winter Sleep" recebeu a Palma de Ouro de Cannes.

Trailer/Cartaz/Sinopse:
 Nuri Bilge Ceylan consagrado com Palma de Ouro
Sono de Inverno Um ator reformado, gere um pequeno hotel no centro da Anatólia com sua jovem esposa, de quem está emocionalmente distante, e com a sua irmã que se encontra a recuperar de um divórcio recente. No inverno, a neve cobre a estepe, o hotel torna-se no seu refúgio, mas também no local das suas angústias...
Artigo recomendado:
Nuri Bilge Ceylan consagrado com Palma de Ouro
Cannes 2014: WINTER SLEEP, Nuri Bilge CEYLAN
Paisagens de uma intimidade turca Nuri Bilge Ceylan, cineasta turco que é um dos "habitués" de Cannes, regressa à competição com "Winter Sleep", uma notável viagem pelas ...

O festival de Cannes consagrou o filme turco "Winter Sleep" no ano em que o cinema da Turquia celebra um século. Uma coincidência extraordinária e que premia o cineasta turco que tem, atualmente, maior notoridade internacional, e que muito o deve à projeção obtida através do festival.

É a sexta presença de Nuri Bilge Ceylan na seleção oficial de Cannes, incluindo a sua estreia com uma curta-metragem que recebeu a Palma de Ouro dessa categoria em 1995. Ceylan foi sempre premiado e ganhou por duas vezes o Grande Prémio do Júri - com "Uzak - Longínquo" (2003) e "Era Uma Vez na Anatólia" (2011) -, o Prémio de Melhor Realizador com "Os Três Macacos" (2008), e o prémio da federação internacional da crítica (FIPRESCI) com "Climas" (2006).

O seu mais recente filme é um drama rodado nas paisagens da Anatólia e centrado na crise afetiva de um homem e duas mulheres (ver trailer e artigo recomendado).

O festival consagrou o russo Andrei Zvyagintsev com o prémio de argumento ("Leviathan"), e o norte-americano Benneth Miller como melhor realizador ("Foxcatcher").

O Grande Prémio do Júri distinguiu a italiana Alice Rorhwacher com "Le Meraviglie", e o Prémio do Júri foi partilhado por dois realizadores francófonos de gerações diferentes: o pai da nova vaga do cinema francês Jean-Luc Godard ("Adieu au Langage") e o jovem canadiano Xavier Dolan ("Mommy").
 
Dolan teve a capacidade de emocionar o festival com o seu filme e foi cativante no agradecimento que fez a Jane Campion, a presidente do júri: "se bem me recordo, 'O Piano' foi o primeiro filme que vi quando tinha 15 anos, foi o primeiro de muitos filmes que definiram aquilo que sou. Influenciou-me a escrever papéis de mulheres com personalidade".

Nas categorias de interpretação surgem dois atores anglófonos: Julianne Moore, melhor atriz em "Maps to The Stars" de David Cronenberg, e Timothy Spall, melhor ator com o desempenho do pintor William Turner no filme "Mr. Turner" de Mike Leigh.

Palmarés do 67º Festival de Cannes
* PALMA DE OURO: "Winter Sleep", de Nuri Bilge Ceylan

* GRANDE PRÉMIO: "Le Meraviglie", de Alice Rorwacher

* PRÉMIO DE INTERPRETAÇÃO FEMININA: Julianne Moore ("Maps to the Stars")

* PRÉMIO DE INTERPRETAÇÃO MASCULINA: Timothy Spall ("Mr. Turner")

* PRÉMIO DE REALIZAÇÃO: Beneth Miller ("Foxcatcher")

* PRÉMIO DO JÚRI, ex-aquo: "Mommy", de Xavier Dolan e ""Adieu au Langahe", de Jean-Luc Godard

* PRÉMIO DO ARGUMENTO: Oleg Negin e Andrey Zvyagintsev ("Leviathan")

* CÂMARA DE OURO: "Party Girl", de Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis

  • Nuri Bilge Ceylan consagrado com Palma de Ouro
    Cannes 2014
    Ter ou não ter um lugar na história
    Dúvidas e desafios do olhar realista passam por alguns dos títulos marcantes do 67º Festival de Cannes. Devemos lembrar o vencedor, Nuri ...
por
publicado 19:12 - 24 maio '14

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2014