Lars von Trier regressa ao Festival de Cannes

Cannes 2018  

Lars von Trier regressa ao Festival de Cannes

O novo filme do realizador banido há sete anos por dizer que simpatizava com Hitler faz parte dos títulos anunciados quinta-feira que completam a seleção oficial de Cannes 2018.

Artigo recomendado:
Lars von Trier regressa ao Festival de Cannes
Cinema Português
"Chuva é cantoria na aldeia dos mortos" de João Salaviza selecionado para Cannes O documentário rodado por João Salavisa e Renée Nader Messora fará parte da secção Un Certain Regard.

Em 2011, uma brincadeira onde dizia "simpatizar com Hitler" valeu-lhe o estatuto de persona non grata no Festival de Cannes. Sete anos depois, Lars von Trier, realizador dinamarquês, autor de obras como "Ondas de Paixão", ou "Melancolia", regressa com "The House That Jack Built", a sinistra história do desenvolvimento de um assassino em série que será exibida em antestreia mundial, fora de competição.

Esta é uma das novidades reveladas quinta-feira pelos organizadores, numa curta lista de filmes que complementam a seleção oficial anunciada a 12 de abril.

"The Man Who Killed Don Quixote", o atribulado projeto de Terry Gilliam, parcialmente rodado em Portugal e que continua a ser alvo de litígios legais entre produtores, será o filme de encerramento da 71ª edição do Festival de Cannes. "Fahrenheit 451", adaptação do livro de Ray Bradbury realizada por Ramin Bahrani, com Sofia Boutella, Michael B. Jordan e Michael Shannon garantiu uma das sessões da meia-noite ao lado de "Whitney", documentário de Kevin Macdonald sobre a cantora que morreu em 2012.

As adições de última hora à competição oficial incluem o thriller "Un couteau dans le coeur", do francês Yann Gonzalez, com Vanessa Paradis, "Akya", estreia do cazaque Sergey Dvortsevoy na secção principal (dez anos após vencer o prémio Un Certain Regard com "Tulpan"), e o esperado "The Wild Pear Tree" do turco Nuri Bilge Ceylan (Palma de Ouro 2014 com "Sono de Inverno").

Na secção Un Certain Regard, a segunda mais importante de Cannes, "Donbass", do ucraniano Sergey Loznitsa, foi anunciado oficialmente como filme de abertura. A fazer-lhe companhia estarão "Muere, Monstruo, Muere" do argentino Alejandro Fadel e "Chuva é cantoria na aldeia dos mortos" do português Joao Salaviza a meias com Renee Nader Messora.

A edição 2018 do Festival Internacional de Cinema de Cannes decorre entre 8 e 19 de maio.

por
publicado 11:19 - 19 abril '18

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2018