O Mundo a Seus Pés exibido na mansão Hearst

Cinema Norte-americano  

"O Mundo a Seus Pés" exibido na mansão Hearst

O clássico de Orson Welles foi exibido pela primeira vez na sala de cinema privada do magnata que tentou impedir a sua estreia.

Para alguns cinéfilos, assistir ao aclamado filme "O Mundo a Seus Pés" (Citizen Kane), de Orson Welles, em Hearst Castle é como ir a uma sessão de "Star Wars" a bordo da Death Star.

Cinquenta fãs de cinema tiveram a oportunidade de assistir ao inovador filme de 1941 realizado por Welles, parcialmente inspirado na vida do falecido William Randolph Hearst, na sala privativa em Hearst Castle, um evento que, provavelmente, não teria agradado ao magnata.

A sessão de sexta-feira, com bilhetes a mil dólares, fez parte da programação do San Luis Obispo Film Festival. No preço estava incluida uma visita à propriedade, que agora é um parque estadual, e uma receção no pátio da mansão com vista para o oceano pacífico.

A receita reverteu a favor da fundação de amigos de Hearst Castle, um grupo que tem como fim a preservação do local.

O clássico de Welles fora exibido no centro de visitantes de Hearst Castle, em 2010, mas esta foi a primeira ocasião em que o filme foi projetado na opulenta sala de 50 lugares no interior da propriedade.

Stephen Hearst, bisneto do antigo dono da mansão, vice presidente e diretor geral da Hearst Corp.'s Western Properties, concordou com a exibição do filme, mas acrescentou que via o evento como uma ocasião para mostrar as diferenças entre o seu bisavô e Charles Foster Kane, a personagem desempenhada por Welles.

"A minha ideia era muito simples, esta foi uma oportunidade para esclarecer a opinião pública e fazer uma distinção entre a personagem ficcional de Charlie Kane e a sua sombria sombrio Xanadu e W.R. Hearst e sua bela obra-prima arquitetónica no topo da colina, em San Simeon", disse Stephen Hearst.

William Randolph Hearst procurou impedir a estreia do filme que retratava a ascensão e queda de um poderoso magnata da imprensa, mas o filme acabou por vencer o Oscar de melhor argumento original em 1942 e agora é considerado um dos maiores filmes de todos os tempos.

A crítica lancinante de um magnata da imprensa, tem muitas semelhanças com a vida de Hearst, mas Stephen Hearst prefere ver a sessão, que foi apresentado por Ben Mankiewicz, o neto de Herman Mankiewicz, que co-escreveu o argumento de "O Mundo a Seus Pés", como uma oportunidade para estabelecer as distinções entre a vida de William Randolph Hearst e a ficção de Welles.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Norte-americano