O box office e os Oscars
Apesar das onze nomeações para os Oscars, "Hugo" está longe de ser um sucesso de bilheteira.

Box OfficeOscars 2012  

O box office e os Oscars

Saiba de que forma as nomeações para os Oscars afetaram - ou não - a carreira comercial dos filmes envolvidos.

O periodo entre as nomeações e a cerimónia de entrega das estatuetas é, supostamente, uma boa altura para os títulos com mais sorte na roleta das escolhas da Academia aumentarem o pecúlio nas bilheteiras.

Essa é a tradição, mas nem sempre as coisas se passam dessa forma. Este ano, por exemplo, os prémios de cinema mais famosos do mundo pouco têm influído nas escolhas do público. Não existe um único caso entre os favoritos em que as receitas tenham subido substancialmente após o anúncio das nomeações.

Podemos avançar com uma série de razões, da crise económica - espécie de guarda chuva que serve para justificar tudo e mais alguma coisa nos dia que correm - à qualidade dos filmes em questão, à pouca adequação dos temas aos gostos do público. A verdade será, possivelmente, um composto de tudo isto, mas certo é que, este ano, a relevância comercial dos Oscars tem sido mínima.

Vamos analisar, um por um, o percurso comercial dos principais candidatos aos Oscars deste ano:

"Hugo" - 11 nomeações
(custo estimado de produção 150-170 milhões de dólares)
Data de estreia (EUA): 23 de novembro, 2011
Um dos casos mais complicados é o deste filme de Martin Scorsese. Custou muito dinheiro a produzir, mais um tanto a promover, e os 114 milhões de receita mundial até agora ainda o deixam muito longe do lucro. Chega a ser desolador olhar para os números deste filme. Os Estados Unidos contribuiram com apenas 68 milhões. Os melhores mercados internacionais foram a França e a Austrália, ambos na casa dos 9 milhões de dólares. Logo a seguir vem o Reino Unido, com 8,4 milhões. Precisa de uma noite excelente no Kodak Theatre para corrigir o fracasso.

"O Artista"
- 10 nomeações
(custo estimado de produção: 15 milhões de dólares)
Data de estreia (EUA): 25 de novembro, 2011
Na América do Norte, o filme mudo de origem francesa está a passar ao lado do interesse do público. Uns fracos 29 milhões de dólares em 13 semanas nas salas é pouco para tanta honraria e projeção mediática. Felizmente não tem sido assim em toda a parte. Em França, claro, o filme foi um êxito com 14,6 milhões de dólares de receita bruta. Outro mercado que recebeu bem a obra de Hazanavicius foi o Reino Unido (11 milhões de dólares). No total, segue com 73,5 milhões de dólares de box office mundial.

"Moneyball - Jogada de Risco" - 6 nomeações 

(custo estimado de produção: 50 milhões de dólares)
Data de estreia (EUA): 23 de setembro, 2011
Já se sabia da resistência da maioria dos mercados internacionais a filmes com o basebol como tema. Pensava-se que a presença de Brad Pitt e o empurrão dos prémios ajudaria a melhorar a recepção  ao filme, mas não. Até esta altura, 70% da receita total veio do mercado interno (76 milhões de dólares). O resto do mundo contribuiu com apenas 30% (33 milhões). Como que a confirmar a importância do tema na carreira do filme, o melhor mercado internacional foi o Japão (11,4 milhões) - onde o basebol é um dos desportos mais populares.

"Cavalo de Guerra" - 6 nomeações
(custo estimado de produção: 66 milhões de dólares)
Data de estreia (EUA): 25 de Dezembro, 2011
Tirando estrondoso sucesso no Reino Unido (28 milhões de dólares) e a boa carreira na Austrália (10 milhões), Spielberg não tem muito para celebrar. O filme segue com 134 milhões em todo o mundo, com 79 milhões provenientes da América do Norte. Apesar de ainda não ter estreado em alguns países a resposta do público ao drama do cavalo e do rapaz separados pela primeira guerra mundial foi somente mediana.

"Os Descendentes" - 5 nomeações
(custo estimado de produção: 20 milhões de dólares)
Data de estreia (EUA): 16 de novembro, 2011
Tem sido dos melhores entre os títulos nomeados; 77 milhões de dólares só nos Estados Unidos e Canadá. Foi um êxito na Austrália (15 milhões de dólares) e em Espanha (9 milhões), esteve muito bem no Reino Unido (11 milhões) e mediano em França (5,3 milhões) e na Alemanha (4,6 milhões).; mais 69 milhões no resto do mundo. Total mundial até ao momento: 146 milhões de dólares.



por
publicado 19:22 - 25 fevereiro '12

Recomendamos: Veja mais Artigos de Box OfficeOscars 2012