O meu palmarés [José Paulo Alcobia]
Michel Piccoli ("Habemus Papam", de Nanni Moretti)

Cannes 2011  

O meu palmarés [José Paulo Alcobia]

O filme de Terence Malick destacou-se na competição do 64º Festival de Cannes.

PALMA DE OURO: “A Árvore da Vida”, de Terrence Malick
PRÉMIO DO JÚRI: “Le Havre”, de Aki Kaurismäki
MELHOR REALIZADOR: Jean Pierre et Luc Dardenne, “Le Gamin au Vélo”
MELHOR ACTOR: Michel Piccoli em “Habemus Papam”, de Nanni Moretti
MELHOR ACTRIZ: Tilda Swinton em “We Need to Talk About Kevin”, de Lynne Ramsay


Num ano marcado por uma grande qualidade nas escolhas dos filmes presentes na competição oficial, “A Árvore da Vida”, de Terrence Malick, demarca-se de todos os outros por ser um filme intemporal, daquelas obras que se exprimem através da complexidade das matérias que abordam.

Por outro lado, pudemos também observar uma clara sintonia de temas com predominância na figura paterna, na sua ausência, demissão , imposição (em “A Árvore da Vida”, “Le Gamin Au Vélo”, “Habemus Papam” e “Michael”).

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cannes 2011