O olhar zangado de Ken Loach
O argumenista Paul Laverty com Kean Loch (esquerda)

Mais CinemaCannes 2010Cinema Europeu  

O olhar zangado de Ken Loach

Um filme realista que condena a presença britânica no Iraque   

Era inevitável e já tardava. Após diversas produções norte-americanas dedicadas a abordar os diversos problemas relacionados com a guerra em curso no Iraque, o inglês também avança com o um filme sobre o tema.

É realizado por Ken Loach, chama-se "Route Irish" (o nome da estrada insegura que liga a zona verde de Bagdade ao aeroporto) e foi seleccionado para a competição in extremis, um dia antes do festival começar.

O filme acompanha um operacional de uma empresa privada desmobilizado do Iraque, que investiga as circunstâncias da morte de um amigo, num atentado na estrada irlandesa.

É uma obra que questiona a presença britânica no Iraque de uma forma zangada e muito previsível. Os filmes de Ken Loach perdem quando revelam o seu programa e a sua motivação. Em "Route Irish" ele diz que todos saem do Iraque com as mãos manchadas de sangue. A sua perspectiva também está demasiado toldada pela raiva que o motivou a filmar esta história.

por
publicado 12:33 - 20 maio '10

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaCannes 2010Cinema Europeu