Raúl Ruiz redescobre a prosade Camilo Castelo Branco
Sofia Aparício, Helena Coelho, Catarina Wallenstein e Margarida Vilanova:
histórias do labirinto camiliano

Cinema PortuguêsMais CinemaMais Cinema  

Raúl Ruiz redescobre a prosa
de Camilo Castelo Branco

"Mistérios de Lisboa" assume a vertigem narrativa do folhetim camiliano

As sucessivas presenças do filme "Mistérios de Lisboa", de Raúl Ruiz, em grandes festivais internacionais atestam uma peculiar sedução: afinal, é possível criar um acontecimento genuinamente cinematográfico continuando a ter como base a literatura (neste caso, a obra de Camilo Castelo Branco) e sem que isso esbarre nos clichés da "reconstituição histórica" televisiva. Produzido por Paulo Branco, esta é, afinal, uma demonstração muito concreta de novas possibilidades de experimentação que não têm complexos de integrar heranças muito primitivas.

Ruiz terá sido fascinado, antes de tudo o mais, pelo carácter folhetinesco da prosa de Camilo. Não apenas em termos estruturais, mas sobretudo enquanto mecanismo de uma peculiar vertigem narrativa: esta revisitação da Lisboa do século XIX desenvolve-se como um labirinto de factos e assombramentos que, momento a momento, questiona a estabilidade institucional da própria sociedade.

Numa altura em que a vocação espectacular do cinema tende a ser representada unicamente pela exuberância dos "efeitos especiais", é salutar encontrar um objecto de cinema como este: nas suas mais de 4 horas de duração, "Mistérios de Lisboa" não teme levar às suas mais extremas consequências o poder romanesco do cinema.

* A longa-metragem estreia dia 21 de Outubro em Portugal e França; mais tarde, "Mistérios de Lisboa" será exibido como mini-série televisiva (seis episódios de 1 hora). Foi seleccionado para cinco dos mais relevantes festivais da temporada de Outono: Toronto; San Sebastian (ganhou Concha de Prata para melhor realizador); Nova Iorque (24 Set. a 10 Outubro); São Paulo (22 Out. a 4 Novembro); Vienale - Viena (21 de Out. - 3 Nov.)

> ouça comentário de João Lopes

por
publicado 23:01 - 20 outubro '10

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema PortuguêsMais CinemaMais Cinema