Os 20 factos e curiosidades que deve saber sobre os Oscars 2012
Jennifer Lawrence e Tom Sherak, presidente da Academia anunciam os nove candidatos na categoria de melhor filme.

Oscars 2012  

Os 20 factos e curiosidades que deve saber sobre os Oscars 2012

A presença dos franceses, ausentes, duas músicas na categoria de melhor canção, dois atores com 82 anos que podem tornar-se nos mais velhos a ganhar um Oscar... eis alguns aspetos curiosos da 85ª edição dos Oscars.

1 - Nove candidatos a melhor filme. Esta categoria seria sempre uma surpresa porque a Academia determinou que existiriam entre cinco a 10 candidatos. A escolha de 9 filmes é estranha mas causa mais surpresa ainda a presença de "Extremamente Alto, Incrivelmente Perto", de Stephen Daldry. Além de ser candidato a melhor filme só somou mais uma nomeação, a de Max von Sidow na categoria de actor secundário...

2 - O caso Stephen Daldry. Todas as quatro longas-metragens de Stephen Daldry foram nomeadas para Oscars - "Billy Elliot" (2000), "As Horas" (2002), "O Leitor" (2008) e agora "Extremamente Alto, Incrivelmente Perto". Ele foi nomeado para melhor realizador com os três primeiros filmes, mas falhou com "Extremamente Alto, Incrivelmente Perto".

3 - O 3D nos Oscars. "Hugo" é o quarto filme em 3D nomeado pela Academia na sequência de "Avatar", "Up - Altamente" e "Toy Story 3". Pina é o primeiro filme em 3D a obter uma nomeação para o Oscar de melhor documentário.

4 - O cinema mudo nos Oscars. "O Artista" (foto) é o quinto filme totalmente mudo a obter uma nomeação para o Oscar de melhor filme em 83 anos. Tal não sucedia desde "Asas - Wings" (1927/28), "A Lei dos Fortes - The Racket" (1927/28), "A Hora Suprema - Seventh Heaven" (1927/28) e "O Patriota - The Patriot" (1928/1929). Ou seja, a útlima vez que aconteceu foi no período da transição do mudo para o sonoro... a época em que a ação de "O Artista" acontece.

5 - O p/b nos Oscars 1. "O Artista" é o sétimo filme total ou predominantemente fotografado a preto e branco a ser nomeado para melhor filme desde 1970. Os outros seis foram: "A Última Sessão" (1971), "Lenny" (1974), "Homem Elefante (1980), "Touro Enraivecido" (1980), "A Lista de Schindler (1993) e "Boa Noite, e Boa Sorte" (2005).

6 - O p/b nos Oscars 2. "O Artista" é o décimo filme total ou predominantemente fotografado a preto e branco a ober uma nomeação para melhor fotografia desde que a categoria de Oscar de melhor fotografia a preto e branco foi eliminada em 1967.

7 - Um francês nos Oscars. Michel Hazanavicius (foto) é o oitavo cidadão francês a obter uma nomeação para melhor realizador. Sucede a Jean Renoir ("A Semente do Ódio", 1945), Claude Lelouch ("Um Homem e Uma Mulher", 1966), Roman Polanski (Chinatown", 1974, "Tess, 1980, e "O Pianista", 2002), François Truffaut ("A Noite Americana", 1974), Edouard Molinaro ("A Gaiola das Malucas", 1979), Louis Malle ("Atlantic City", 1981) e Barbet Schroeder (Reveses da Fortuna, 1990).

8 - Outro francês nos Oscars. Jean Dujardin é o terceiro ator de nacionalidade francesa a ser nomeado para um Oscar, sucedendo a Maurice Chevalier ("O Grande Charco", 1930), Charles Boyer ("Fanny", 1961) e Gerard Depardieu ("Cyrano de Bergerac", 1990).
 
9 - Os realizadores mais nomeados do ano: Martin Scorsese. "Hugo" valeu-lhe a nona nomeação, a sétima para melhor realizador, um prémio que ganhou com "Departed - Infiltrados" (2007).

10 - Os realizadores mais nomeados do ano: Woody Allen. Com "Meia-Noite em Paris" foi nomeado pela 22ª vez, surgindo nas categorias de realizador e argumentista. Já foi candidato a sete Oscars de realização e a última vez que tal sucedeu foi há 17 anos com "Balas Sobre a Broadway" (1994). É recordista na categoria de argumento com 15 nomeações. Se ganhar pela terceira vez nesta categoria vai tornar-se no argumentista mais premiado pela Academia.

11 - Os produtores mais nomeados de sempre. A dupla formada por Steven Spielberg e Kathleen Kennedy obteve a sétima nomeação com "Cavalo de Guerra". Passaram a ser os produtores mais nomeados da história dos Oscars.

12 - Meryl Streep consolida o seu recorde. A atriz totalizou a sua 17ª nomeação em "A Dama de Ferro" (foto), mais cinco do que Katharine Hepburn e Jack Nicholson, que estão empatados em segundo lugar. Streep persegue um Oscar há mais de trinta anos (ganhou com "Kramer contra Kramer" em 1979 e "A Escolha de Sofia", em 1982) e nunca conseguiu vencer o prémio nas últimas 12 vezes em que foi nomeada.

13 - Os veteranos. Max von Sidow ("Extremamente Alto, Incrivelmente Perto") e Christopher Plummer ("Beginners - Assim é o Amor") têm 82 anos e podem tornar-se no ator mais velho a ganhar um Oscar. Ambos estão nomeados na categoria de ator secundário. O que ganhar superará a marca de George Burns ("The Sunshine Boys", 1975) e Jessica Tandy ("Miss Daisy", 1989), ambos premiados com 80 anos.

14 - Atores estreantes: Finalmente! Gary Oldman ("A Toupeira"), foi nomeado para melhor ator. Já não se pode dizer que Oldman é um dos grandes atores vivos que nunca tinha recebido uma nomeação para os Oscars. Com ele estreiam-se nestas andanças: Demián Bichir ("A Better Life"), Jean Dujardin ("O Artista"), Rooney Mara ("Os Homens que Odeiam as Mlheres"), Jonah Hill ("Moneyball - Jogada de Risco"), Bérénice Bejo ("O Artista"), Jessica Chastain ("As Serviçais"), Melissa McCarthy ("A Melhor Despedida de Solteira"), e Octavia Spencer ("As Serviçais").

15 - Demián Bichir ("A Better Life"), um candidato inesperado. A nomeação do ator mexicano (foto) ocorre com um filme estreado no início do verão (24 junho) e que não fez resultados brilhantes. Três atores com mais notoriedade e maior impacto crítico em desempenhos muito exigentes, não foram nomeados: Michael Fassbender ("Shame" e "Um Método Perigoso"), Leonardo DiCaprio ("J. Edgar"), e Ryan Gosling ("Drive - Duplo Risco" e "Nos Idos de Março").

16 - Dupla nomeação para atrizes de "As Serviçais". Jessica Chastain e Octavia Spencer foram nomeadas pelos seus papéis secundários em "As Serviçais". Esta situação sucede pelo quarto consecutivo nesta categoria. Geralmente é uma situação penalizadora porque os membros da Academia dispersam os votos.

17 - Madonna falhou o seu momento nos Oscars. "W.E.", uma ambiciosa e sofisticada produção de época, somou apenas uma indicação na categoria de melhor guarda-roupa. O filme está a perder o seu momento - ainda não tem data de estreia em Portugal...

18 - A surpresa iraniana. "Uma Separação" é o segundo filme iraniano nomeado para o Oscar de melhor filme em língua estrangeira, o que era previsível. Mas foi surpreendente o facto do realizador Asghar Farhadi ser nomeado na categoria de argumento original.

19 - Onde está "As Aventuras de Tintin: O Segredo do Licorne"? Na categoria de melhor filme animado do ano a obra de Steven Spielberg e Peter Jackson foi preterida em favor de "Chico & Rita" e de "Une Vie de Chat", duas produções europeias.

20 - Apenas duas músicas na categoria de melhor canção. Nunca sucedeu. Grandes nomes como Elton John, Mary J. Blige, will.i.am, Pink, estavam entre os artistas candidatos, mas a Academia só escolheu "Real in Rio", de Sérgio Mendes e Carlinhos Brown ("Rio"), e "Man or Muppet", de Bret McKenzie ("Os Marretas"). Somente cinco músicas são elegíveis. Este ano, 39 canções foram pré selecionadas (incluindo um fado de Camané) e os membros da área musical da Academia classificavam as canções concorrentes com notas entre 6 e 10, sendo necessária uma pontuação de pelo menos 8,25 para receber uma nomeação. Se apenas uma canção receber esta nota, a música com a segunda melhor pontuação também é indicada, para que haja pelo menos duas músicas em disputa.

por
publicado 02:24 - 27 janeiro '12

Recomendamos: Veja mais Artigos de Oscars 2012