Os Demónios do meu Avô nomeado para Melhor Filme de Animação nos Goya

Cinema Português  

"Os Demónios do meu Avô" nomeado para Melhor Filme de Animação nos Goya

Os vencedores dos prémios anuais da academia espanhola de cinema serão conhecidos em fevereiro.


A coprodução portuguesa "Os Demónios do meu Avô", de Nuno Beato, foi nomeada na categoria de Melhor Filme de Animação dos prémios espanhóis de cinema Goya, anunciou a academia na quinta-feira.

O filme vai competir com "Black is Beltza II: Ainhoa", de Fermin Muguruza, "Inspector Sun y la maldición de la viuda negra", de Julio Soto Gúrpide, "Tadeo Jones 3. La tabla esmeralda", de Enrique Gato, e "Unicorn Wars", de Alberto Vázquez.

Estreado no festival francês de Annecy, a longa-metragem "Os demónios do meu avô" conta a história de uma mulher que ruma à aldeia do avô para se reencontrar com o passado familiar.

A história, escrita por Possidónio Cachapa e Cristina Pinheiro a partir de uma ideia de Nuno Beato, decorre numa aldeia imaginária em Vale do Sarronco, povoada de humanos, animais e seres fantásticos inspirados no universo da ceramista Rosa Ramalho.

O filme, apoiado pelo Instituto do Cinema e Audiovisual, é em 'stop-motion' com animação de volumes e em animação 2D, produzido pela Sardinha em Lata e tem coprodução com França e Espanha.

O filme fala sobre "a forma como nos relacionamos com o outro e o que é que o dia-a-dia, o trabalho, o 'stress', nos tira em relação a isso. Neste caso a relação é entre Rosa e o avô. (...) O filme começa no momento em que Rosa tem a notícia de que o avô morreu. Para pensar e tem necessidade de voltar à aldeia, voltar à terra, daí este lado todo de barro da estética", explicou Nuno Beato à agência Lusa aquando da produção.

A 37.ª cerimónia dos prémios Goya vai acontecer no dia 11 de fevereiro de 2023, em Sevilha.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português