Os rumores e o lado lateral do cinema
Colin Firtyh e Helena Bonham Carter em "O Discurso do Rei"

Oscar 2011  

Os rumores e o lado lateral do cinema

O sítio do jornal inglês "The Guardian" refere o rumor, lançado num blogue, sobre o alegado boicote a "O Discurso do Rei" por parte de membros votantes da Academia.

Artigo recomendado:
Os rumores e o lado lateral do cinema
Globos de Ouro
Globos de Ouro: afinal, onde está Hollywood?... Nos prémios da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood, não se falou de imprensa... Resta saber se ainda há espaço para alguma ...

O sítio do "The Guardian" dá conta do rumor de um possível boicote ao filme "O Discurso do Rei" por parte de membros da Academia de origem judaica.

A base que sustenta este rumor é ténue e, ao mesmo tempo, típica destas situações. Um e-mail anónimo, alegadamente enviado por um membro votante da Academia, aponta para um artigo publicado a 28 de Novembro do ano passado, no sítio do New York Magazine. Nesse artigo, o jornalista Claude Brodesser-Akner confessa que se vê "na obrigação moral" de assinalar as simpatias pró-Nazis de George VI e o pedido que este fez na Primavera de 1939 para que a Alemanha impedisse a emigração de judeus para a Palestina.

O mesmo e-mail anónimo refere ainda que grande número de votantes de origem judaica estão dispostos a não votar em "O Discurso do Rei" porque o filme oculta esta faceta polémica do monarca britânico.

Os factos históricos estão correctos. Sobre isso nada a dizer. O que mais incomoda aqui é a lateralização do cinema.

Apesar do cinismo presente na indústria, os Oscars ainda são prémios de cinema. Por outro lado, "O Discurso do Rei" nem sequer é um filme sobre política. A componente "moral", neste caso, entra de forma forçada e apenas retira justiça e relevância a casos em que existem tentativas deliberadas de reescrever e deturpar a história.

  • Os rumores e o lado lateral do cinema
    Mais Cinema
    Globos consagram "A Rede Social"
    O novo filme de David Fincher foi o mais premiado na gala anual da Associação de Imprensa Estrangeira acreditada em Hollywood
por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Oscar 2011