Oscar 10, melhor actor:Jeff Bridges vs. Colin Firth

Mais CinemaOscar 2010Mais Cinema  

Oscar 10, melhor actor:
Jeff Bridges vs. Colin Firth

Jeff Bridges nunca recebeu um Óscar e Colin Firth nunca foi candidato. Os dois actores representam a possibilidade de consagração de pequenos filmes.


Uma lenda do country tenta renascer de um percurso de vida marcado por vícios e desvios e reabilitar um talento que ficou na sombra das novas tendências musicais. Essa lenda é interpretada por Jeff Bridges, que entra este ano na categoria de veterano, com 60 anos de idade, e que apesar de uma colecção de críticas positivas e de quatro nomeações, nunca venceu um Oscar.

O desempenho em "Crazy Heart" tem sido catalogado como uma espécie de renascimento da carreira do actor, já premiado com o Globo de Ouro e pelo Sindicato de Actores, normalmente bons indicadores para o vencedor da Academia. "Crazy Heart" esteve quase para não estrear a tempo dos Oscars (em Portugal será lançado em DVD), mas uma mudança de distribuidor deu visibilidade ao filme que está candidato em três categorias. A que parece ter mais hipótese é de Oscar de Melhor actor para Jeff Bridges.

Colin Firth é o britânico à conquista do Oscar de melhor actor, sem nunca ter chegado sequer a ser nomeado. Tem uma longa carreira e uma imagem associada a comédias românticas, pouco adequada ao perfil de um actor de primeira linha. O desafio de ser um professor gay enlutado pela morte do amante no filme "Um homem Singular", permite-lhe uma reviravolta surpreendente.

O desempenho tem recolhido elogios por parte da critica e foi premiado em eventos relevantes: recebeu a Taça Volpi para melhor actor no Festival de Veneza e mais recentemente o BAFTA da Academia Britânica. Colin Firth deu a cara por um projecto arriscado, que marca a estreia do estilista Tom Ford na realização, com a adaptação de um livro que na década de 60 foi emblema dos direitos dos homossexuais. É o tipo de desempenho que a academia costuma valorizar.

FAVORITOS: Jeff Bridges (Crazy Heart) e Colin Firth (Um Homem Singular)

PALPITE CINEMAX: Colin Firth (Um Homem Singular)

SURPRESA: Jeremy Renner (Estado de Guerra)

FICA PARA OUTRO ANO: Morgan Freeman (Invictus) e George Clooney (Nas Nuvens)

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais CinemaOscar 2010Mais Cinema