Óscares 2018: Audiência de TV nos Estados Unidos foi a mais baixa de sempre

 

Óscares 2018: Audiência de TV nos Estados Unidos foi a mais baixa de sempre

A queda no número de espectadores em comparação com o ano passado foi de 19%.

Artigo recomendado:
Óscares 2018: Audiência de TV nos Estados Unidos foi a mais baixa de sempre
"A Forma da Água" vence a noite dos Óscares O filme de Guillermo del Toro ganhou quatro estatuetas, incluindo as reservadas a melhor filme e melhor realizador.

Quase quatro horas de Óscares onde pouco aconteceu e a audiência televisiva nos Estados Unidos caiu para mínimos nunca antes vistos. Apenas 26,5 milhões de espectadores, menos 19% do que na edição anterior.

Em 2017, a 89ª gala de entrega dos prémios da academia norte-americana de cinema foi vista por 32,9 milhões de pessoas, mesmo assim longe do melhor conseguido na última década: em 2014, ano em que "12 Anos Escravo" ganhou a categoria de melhor filme, a audiência chegou aos 43,7 milhões de espectadores.

As razões apontadas para o desinteresse do público repetem-se sempre que há uma quebra nos ratings. O The Hollywood Reporter chama a atenção para o facto de outros três grandes eventos televisivos recentes - Globos de Ouro, Grammys e a Super Bowl - terem todos sofrido do mesmo problema, menor audiência.

Outro meio de referência em Hollwood, o Deadline, refere que "A Forma da Água" foi o que maior receita de bilheteira conseguiu entre os cinco últimos vencedores do Oscar de melhor filme, descartando, por isso, a ligação entre sucesso nas salas e interesse na cerimónia. Por outro lado, lembra a previsibilidade do desfecho, com muitos dos que subiram ao palco do Dolby Theater a serem os mesmos que já tinham triunfado ao longo desta temporada de prémios.

por
publicado 22:30 - 05 março '18

Recomendamos: Veja mais Artigos de