Pan Negro, de Agustí Villaronga, foi o grande vencedor da noite dos Goya
Agustí Villaronga galardoado no domingo, em Madrid - Reuters

Goya - prémios do cinema Espanhol  

"Pan Negro", de Agustí Villaronga, foi o grande vencedor da noite dos Goya

O filme "Pan Negro" foi o grande vencedor da 25ª edição dos Goya, no Teatro Real de Madrid, domingo à noite, arrebatando nove dos catorze prémios para que estava nomeado, entre eles o de melhor filme, melhor realizador e melhor actriz para Novas Navas.

Artigo recomendado:
Pan Negro, de Agustí Villaronga, foi o grande vencedor da noite dos Goya
Goya - prémios do cinema espanhol
Javier Bardem recebe o Goya de melhor actor por "Biutiful" Javier Bardem foi distinguido com o prémio Goya para melhor actor do ano, pela sua interpretação em "Biutiful" e dedicou o prémio da ...

Agustí Villarronga, agradeceu a toda a equipa que tornou possível fazer "Pan Negro", uma produção totalmente catalã que conta o drama de uma família após a Guerra Civil Espanhola.

O realizador confessou aos jornalistas não saber"muito bem qual foi a chave" do sucesso do filme mas interpretou o prémio como um reconhecimento ao "cinema catalão, um cinema inteligente e interessante".

"Pan Negro" baseou-se na novela, com o mesmo nome, de Emili Teixidor, uma história passada no anos difíceis do pós-guerra civil, em Vic, uma localidade nos arredores de Barcelona. Uma criança, Andreu, descobre um dia no bosque os cadáveres de duas pessoas, um homem e o seu filho. As autoridades tomam conta do caso mas Andreu decide investigar as causas daquelas mortes, acabando por descobrir um mundo de adultos cheio de mentiras.

Além de realizador, Agustín Villaronga, 58 anos, é professor de imagem, decorador e estilista. É considerado, em Espanha, um director de culto. O cineasta foi homenageado este ano pela Sociedade Cinematográfica do Centro Lincoln de Nova Iorque.




por
publicado 12:24 - 14 fevereiro '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Europeu