Para rever Kieslowski em quarentena
Krzysztof Kieslowski: um dos mestres do moderno cinema polaco

Mais cinema  

Para rever Kieslowski em quarentena

A Medeia Filmes é uma das entidades que tem estado a colocar filmes online para a situação de quarentena que estamos a atravessar: a partir de 31 de março, a 'Trilogia das Cores', de Krzysztof Kieslowski, está disponível gratuitamente.

Na situação de quarentena que estamos a viver, escusado será sublinhar as mudanças que os espectadores têm podido encontrar nos mais variados circuitos cinematográficos do mundo digital. Da antecipação de estreias até à recuperação de títulos mais ou menos "antigos", as escolhas são consideráveis.

Entre os filmes disponibilizados gratuitamente, eis um destaque a ter em conta: a célebre 'Trilogia das Cores', do polaco Krzysztof Kieslowski (1941-1996) pode ser vista a partir do dia 31 de março, no site da Medeia Filmes.

São retratos de mulheres elaborados a partir das cores da bandeira francesa, quer dizer, percorrendo os temas da liberdade, igualdade, fraternidade (cada título está disponível online a partir das 12h00 do primeiro dia, mantendo-se até às 12h00 do dia em que surge o filme seguinte):

* AZUL (1993), com Juliette Binoche (31 março) — uma mulher perde o marido e a filha num acidente de viação: o seu luto é vivido como a possibilidade, porventura transcendental, de reencontro com a partitura musical que o marido deixou incompleta — por certo uma das mais espantosas composições de toda a carreira de Binoche


* BRANCO (1994), com Julie Delpy (2 abril) — centrado na relação atribulada de um cabeleireiro polaco e sua mulher, tentando montar a sua vida em Paris, este é o mais "ligeiro" capítulo da trilogia, combinando com elegância a crueza melodramática com as convulsões burlescas.

* VERMELHO (1994), com Irène Jacob (4 Abril) — uma jovem modelo atropela um cão, consegue salvá-lo e vai devolvê-lo ao dono, um velho juiz que gosta de escutar as conversas telefónicas dos vizinhos: na sua envolvente complexidade emocional, o filme vive do contraste entre a crueza das relações humanas e esse mundo "alternativo" que parece exprimir-se nas fotos da protagonista.
_____

Para a semana seguinte estão previstas três produções do cinema francês contemporâneo:

* FRANTZ (2016), de François Ozon (7 abril)
* TEMPOS DE VERÃO (2008), de Olivier Assayas (9 abril)
* AS CANÇÕES DE AMOR (2007), de Christophe Honoré (11 abril)

por
publicado 19:39 - 30 março '20

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema