Paul Haggis detido em Itália sob acusação de agressão sexual

Mais Cinema  

Paul Haggis detido em Itália sob acusação de agressão sexual

O cineasta vencedor de dois Óscares terá forçado uma jovem a ter relações não consensuais.

O argumentista e realizador canadiano Paul Haggis foi preso no domingo no sul de Itália por acusações de agressão sexual e danos pessoais agravados alegadamente infligidos a uma mulher não identificada.

Haggis foi acusado de forçar uma jovem mulher "estrangeira" (não italiana) a ter relações sexuais durante dois dias em Ostuni, Itália, de acordo com uma nota divulgada pelo procurador da cidade vizinha de Brindisi.

"Segundo a lei italiana, não posso discutir as provas. Dito isto, estou confiante de que todas as alegações serão rejeitadas contra o Sr. Haggis", afirmou a advogada pessoal de Haggis numa declaração aos meios de comunicação social. Chaudhry acrescentou que Haggis é inocente e irá cooperar com as autoridades.

"O Sr. Paul Haggis foi detido domingo como medida de emergência emitida pelos procuradores de Brindisi e encontra-se sob prisão domiciliária em Ostuni. Será interrogado até quinta-feira por um juíz de instrução que terá de confirmar, ou não, a detenção", disse a advogada italiana Michele Laforgia à Reuters.

Entre outros, Haggis escreveu o argumento de "Million Dollar Baby" e co-escreveu e realizou "Crash", que lhe valeu dois Óscares.

Haggis, de 69 anos, estava em Ostuni para dirigir várias masterclasses no Allora Fest, o novo evento cinematográfico que está a ser lançado pela jornalista italiana Silvia Bizio e pelo crítico de arte espanhol Sol Costales Doulton, que vai decorrer de 21 a 26 de Junho.

O Allora Fest diz que "souberam com consternação e choque que Paul Haggis está detido por alegada violência". A participação do cineasta no festival foi prontamente anulada.

por

Recomendamos: Veja mais Artigos de Mais Cinema