Raúl Brandão inspira Manoel de Oliveira

Cinema Português  

Raúl Brandão inspira Manoel de Oliveira

Em pouco mais de um mês, Manoel de Oliveira vai filmar, em Paris, o drama teatral "O Gebo e a Sombra", escrito por Raúl Brandão em 1923.

"A felicidade na vida é não acontecer nada", deixa escapar Gebo numa conversa íntima com a nora, Sofia. "É o hábito", completa a rapariga. "Talvez seja o hábito"- reflecte Gebo - "É a gente fazer sempre o mesmo trabalho e dizer sempre as mesmas palavras". "Como a chuva. E não cismar" - sublinha Sofia.

As palavras dos personagens de Raúl Brandão parecem desfiar o tempo. Desfiar os dias, como um novelo que se vai enchendo. Desfiar a vida no tempo necessário para compreendê-la, ou aceitá-la, como vem e como parte.

Há uma dimensão que parece unir dramaturgo e cineasta, ambos nascidos no Porto, com um intervalo de 40 anos.

Oliveira decidiu adaptar a história de Gebo, o cobrador da Companhia Auxiliar, de Doroteia, a sua mulher, do filho João e da nora Sofia ao cinema. As filmagens, feitas integralmente em estúdio, começam nos finais de Agosto, em Paris, e vão prolongar-se durante o mês de Setembro.

Michel Piccoli, Leonor Silveira e o neto do cineasta, Ricardo Trepa, já são certos no elenco desta história passada nos finais do século XIX.

Há muito que Manoel de Oliveira tinha o desejo de adaptar este texto de Brandão ao cinema, uma peça que retrata a pobreza e os dramas da vida de pessoas simples, que podem facilmente projectar-se na vida contemporânea.

O projecto já tem financiamento certo de 1,6 milhões de euros e vai ser interpretado em francês. A produção é da companhia O Som e a Fúria que colabora pela primeira vez com o realizador.

O Som e a Fúria é a terceira empresa a produzir as longas-metragens de Oliveira desde que o cineasta rompeu, em 2004 ("O Quinto Império"), uma duradoura relação com o produtor Paulo Branco.

Daí até agora, Oliveira rodou duas obras com a  Filbox ("Espelho Mágico" e "Belle Toujours") e três com a Filmes do Tejo ("Cristovão Colombo -  Enigma", "Singularidades de uma Rapariga Loura" e "Estranho Caso de Angélica")

"O Gebo e a Sombra" vai ser rodado em cerca de um mês. Luis Urbano, do Som e a Fúria confirmou ao CINEMAX que prevê estreá-lo no próximo ano, após a apresentação em Berlim ou ou Cannes, os dois maiores festivais que decorrem no primeiro semestre.

por
publicado 17:38 - 26 julho '11

Recomendamos: Veja mais Artigos de Cinema Português